Paulo Autuori. (Reprodução/Banda B)

O Athletico demitiu o técnico interino Eduardo Barros e o auxiliar Rogério Corrêa após a sequência de sete resultados sem vitórias por Libertadores e Campeonato Brasileiro. Além disso, o clube confirmou que Paulo Autuori, contratado como diretor técnico, será o treinador até o final da temporada.

A informação sobre a dupla função de Autuori foi anunciada pelo presidente Mario Celso Petraglia em uma mensagem publicada nas redes sociais. “Chegamos com o Paulo André e o William Thomas a conclusão que o melhor será que o Paulo Autuori acumule a função até o término desses campeonatos que estamos disputando”, afirmou.

Petraglia ainda destacou que um novo treinador será contratado em fevereiro para a temporada de 2021. “A partir do ano que vem, nós já estamos buscando soluções e contrataremos um treinador de campo. O Paulo ficará exclusivamente como diretor técnico cuidando dos treinadores”, disse.

Outras mudanças

Com as alterações no departamento de futebol, o técnico Eduardo Barros e o assistente Rogério Corrêa foram desligados do clube. Barros era auxiliar e assumiu o comando de maneira interina após a demissão de Dorival Júnior. Desde então, o Athletico disputou 14 jogos, com quatro vitórias, cinco empates e cinco derrotas.

Na nova comissão técnica, o auxiliar será o português Antônio Oliveira. Ele que já está em Curitiba e deve comandar o Athletico nas próximas três partidas – duas pelo Campeonato Brasileiro e uma pela Copa do Brasil. Paulo Autuori foi suspenso pelo STJD por declarações dadas ainda na época do Botafogo.

Quem é o novo assistente?

O português Antônio Oliveira já trabalhou como técnico do Kazma, do Kuwait, e assistente no Tractor, do Irã, no Rudar, da Eslovênia, e no Santos. No clube paulista, ele trabalhou na comissão de Jesualdo Ferreira no começo da temporada, mas deixou o clube após a demissão do experiente treinador.