O técnico Cuca reconheceu que o Athletico não teve uma grande atuação, mas valorizou a vitória sobre o Maringá, na noite deste sábado (30), pela ida da final do Campeonato Paranaense. Para o treinador, mais do que um desempenho convincente, o importante era sair do Willie Davids com um resultado positivo. Com gol de Pablo, o Furacão venceu por 1×0 e precisa apenas de um empate em Curitiba para garantir o bicampeonato.

Em um duelo de muita disputa, o Athletico não teve qualquer facilidade em Maringá e precisou vencer o bloqueio defensivo dos mandantes. Os dois times tiveram poucas chances de balançar às redes ao longo dos 90 minutos, mas as individualidades do Furacão voltaram a brilhar. Pablo, de falta, marcou um golaço, já na reta final da partida. Cuca destacou a garra do Rubro-Negro para sair com a vantagem.

“Foi uma partida muito lutada, palmo a palmo. Não é um jogo comum: é uma final, e é raro uma final ser aberta, porque está valendo tudo. O Maringá aqui na casa deles sempre fez gols, não perdia há muito tempo. Sabíamos que a dificuldade iria existir, como existiu. Não foi um grande jogo em termos de espetáculo, mas foi um grande jogo em cima da entrega dos jogadores”, analisou o treinador.

Cuca elogia atuação do Maringá contra o Athletico

Cuca também enalteceu a qualidade e a organização do Maringá, comandado por Jorge Castilho. Dentro de seus domínios, o Dogão ainda não havia perdido no Campeonato Paranaense e apostava no fator casa para tentar surpreender o Athletico. A equipe do norte do estado terminou o jogo com mais finalizações, mas não aproveitou as oportunidades. Agora, precisará de sua primeira vitória fora de casa neste mata-mata para ainda sonhar com o título inédito.

“Existem momentos na competição que o mais importante não é a beleza do jogo, e sim o resultado. Foi o caso de hoje. Não vale nada você vir aqui, fazer um jogo espetacular e perder por 2×0. Você precisa saber dançar conforme a música, e gente dançou muito bem. Não é fácil jogar contra o Maringá, o professor está de parabéns. Eles têm um sistema, atacam muito bem a bola, não se incomodam em ficar no mano atrás. Um time super bem treinado, e a gente venceu”, afirmou Cuca.

Cuca, técnico do Athletico.
Técnico destacou a luta do Furacão em Maringá. Foto: Ernani Ogata/Código 19

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Cuca reconhece dificuldade do Athletico, mas valoriza vitória: “Não é um jogo comum”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.