A Confederação Brasileira de Futebol decidiu mexer no Brasileirão – e isto afeta o Athletico diretamente. Em nota oficial divulgada na noite desta terça-feira (21), a CBF confirmou a retomada do Campeonato Brasileiro para o dia 1º de junho, mas com uma sequência de jogos diferente da esperada. Assim, o Furacão terá um retorno puxado, diferente do que esperava a comissão técnica comandada por Cuca.

A entidade decidiu retomar a competição de onde ela havia parado. Portanto, em vez de seguir a tabela original, a CBF remarcou a sétima rodada para os dias 1º e 2 de junho. Para o Athletico, uma alteração profunda. De atuar em casa diante do Flamengo, o Furacão passará a encarar o Fortaleza, no dia 2 de junho, um domingo, às 18h30, no Castelão. Desta forma, o Rubro-Negro terá o jogo que decide o primeiro lugar do grupo E da Copa Sul-Americana na quinta, dia 30 de maio, diante do Sportivo Ameliano, e logo terá que seguir para o Ceará.

Mas apesar da parada, a CBF não vai utilizar a próxima Data Fifa para acertar o calendário. O que faz com que o Brasileirão seja retomado e pare outra vez depois de apenas uma rodada. O Athletico voltará a campo na oitava rodada apenas no dia 13 de junho, uma quinta-feira, às 20h, contra o Criciúma, na Ligga Arena. E depois terá o Flamengo no dia 16, domingo, às 16h, também na Baixada. Confira a tabela completa no final da matéria.

Gaúchos e o Athletico na Copa do Brasil

A CBF também confirmou que o jogo Grêmio x Bragantino, que marca o retorno do Brasileirão, no dia 1º de junho, às 16h, será no Couto Pereira. O time gaúcho portanto jogará três partidas em dez dias no estádio do Coritiba. Primeiro no dia 29 contra o The Strongest, pela Libertadores, depois diante do time paulista, e no dia 8 de junho diante do Estudiantes. O Internacional decidiu mandar seu próximo jogo em casa no Campeonato Brasileiro em Criciúma, e o Juventude poderá usar o estádio Alfredo Jaconi.

Já sobre a Copa do Brasil, ainda nenhuma definição sobre a partida da volta entre Athletico x Ypiranga. Não será surpresa se esta partida for marcada para o período da Data Fifa. A brecha nem é tão difícil de ser encontrada. O time de Erechim volta a jogar a Série C no dia 1º, e depois disso só retorna a campo no dia 10 de junho. Sem jogos no período, o Furacão poderia enfrentar os gaúchos no dia 6, uma quinta-feira, na Arena.

Sem rebaixamento?

Com o retorno do Brasileirão definido, a reunião do Conselho Técnico da competição, na próxima segunda-feira (27), na sede da CBF, no Rio de Janeiro, deve tratar de um assunto polêmico: a suspensão do rebaixamento na Série A. A ideia já era tratada nos bastidores, mas foi aberta publicamente pelo técnico Renato Portaluppi, do Grêmio, em entrevista ao SporTV, na última segunda (20). Com isso, a primeira divisão no ano que vem teria 24 clubes, sem alteração nas outras séries.

Mas, para isto acontecer, seria preciso encaixar 46 datas em um calendário já estrangulado pelos estaduais e pela participação de Flamengo, Palmeiras e Fluminense no novo Mundial de Clubes, na metade de 2025. A única solução seria a redução drástica dos campeonatos regionais, o que não agrada às federações, base de sustentação do presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Confira a nova tabela do Brasileirão

Fernandinho e Cuello, do Athletico.
Fernandinho e Cuello se divertindo no CT. O camisa 5 do Athletico está suspenso para a partida do dia 2 de junho contra o Fortaleza. Foto: José Tramontin/CAP

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

CBF muda o Brasileirão; confira os jogos do Athletico

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.