Nikão está oficialmente de volta ao Athletico. Na tarde desta sexta-feira (19), o clube anunciou o retorno de um de seus maiores ídolos, que assinou por empréstimo até o final do ano, quando acaba o seu contrato com o São Paulo. O Furacão oficializou a contratação nas redes sociais e postou um vídeo fazendo referências às conquistas do meia pelo Rubro-Negro.

No vídeo, aparecem as setes taças conquistados por Nikão no Athletico, entre 2015 e 2021: duas Sul-Americanas, Copa Do Brasil, Levain Cup e dois Paranaenses. O contrato do atleta será publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF ainda nesta sexta-feira, mas a expectativa é que ainda não faça a sua reestreia pelo clube neste domingo (21), contra o Internacional. Assim como na primeira passagem, ele usará a camisa 11 do Furacão.

A volta de Nikão partiu de um pedido do técnico Cuca. Tentando fortalecer o elenco para a sequência da temporada, a diretoria rubro-negra viu com bons olhos a oportunidade e rapidamente procurou o São Paulo para fazer a negociação, com o intermédio do empresário Paulo Pitombeira. O Furacão precisou agir rápido, uma vez que a janela doméstica de transferências fecha nesta sexta-feira e ainda precisava inscrever o meia.

Nikão e a idolatria no Athletico

Não se pode negar a importância de Nikão nas maiores conquistas da história recente do Athletico. Ele e o goleiro Santos foram os únicos que estiveram nas três grandes finais rubro-negras nesta geração – as Sul-Americanas de 2018 e 2021 e a Copa do Brasil de 2019. A trajetória do camisa 11 no clube tem as características da jornada do herói: a chegada desacreditada, o início complicado, a luta interna para recomeçar, a arrancada e as glórias.

Por isso, Nikão é adorado pela torcida do Athletico, e a maior parte dos torcedores apoia um retorno ao clube para a temporada 2024. Foram sete temporadas com a camisa rubro-negra, 307 jogos, 47 gols e 36 assistências. E oito títulos no total. No ano do centenário do Furacão, nada mais simbólico que a repatriação de um ídolo.

Poucos jogos em 2024

Aos 31 anos, Nikão não entra em campo desde fevereiro e fez apenas seis partidas do ano. Em março, o jogador sofreu uma tendinite de Aquiles bilateral, mas já havia voltado aos treinamentos no São Paulo. Ele estava nos planos do técnico Thiago Carpini, demitido nesta quinta-feira. Vendido pelo Athletico por R$ 10 milhões, o meia ficou mais de dois anos no Tricolor, mas não se firmou. Em meio a esse período, ele ainda atuou por empréstimo pelo Cruzeiro, em 2023.

Nikão está de volta ao Athletico.
Ídolo acertou retorno ao Furacão. Foto: José Tramontin/CAP

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Athletico anuncia o retorno de Nikão

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.