O Athletico acionou o Vasco na Justiça no final de junho, por conta da dívida em relação à negociação do volante Hugo Moura. O time carioca teria que ter pago R$ 1,5 milhão ainda em abril, pelo empréstimo do atleta, mas, até agora, não fez o depósito.

Inicialmente, o departamento jurídico do Furacão fez a cobrança via e-mail, mas, sem resposta do Cruzmaltino, encaminhou uma ação extrajudicial. A ação foi ingressada no dia 13 de junho na Vara Cível de Curitiba. O Rubro-Negro cobra, além do valor inicial, o valor corrigido, multa e juros de mora, totalizando a cobrança em pouco mais de R$ 1,6 milhão.

Caso o Vasco não se pronuncie e nem faça o pagamento, o Athletico exige penhora de bens dos cariocas. Até aqui, o clube não se manifestou sobre como vai quitar a dívida.

Valor ao Athletico pode aumentar

Hugo Moura chegou ao Vasco em abril deste ano e já disputou oito partidas, tendo sido titular nas últimas três oportunidades, desde que o interino Rafael Paiva reassumiu o comando da equipe. No acordo com o Athletico, caso o volante fosse relacionado para cinco partidas, o time carioca teria que exercer a compra em definitivo.

Com isso, o Furacão receberá R$ 10 milhões, em 12 parcelas de R$ 833.337,00, que deverão ser pagas a partir de janeiro do ano que vem.

Hugo Moura, emprestado pelo Athletico, em ação pelo Vasco
Hugo Moura virou titular do Vasco nas últimas partidas. Foto: Leandro Amorim/Vasco

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Athletico aciona Vasco na Justiça por calote em negociação de jogador

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.