A sequência do Brasileirão está indefinida. Na noite de segunda-feira (13), o Athletico e mais dez clubes que fazem parte da Liga Forte União e estão na primeira divisão do Campeonato Brasileiro assinaram, em conjunto, uma nota na qual defendem a paralisação imediata da competição.

A decisão aconteceu após uma reunião entre dirigentes dos times, que acreditam que a parada é necessária “como medida humanitária, consensual e de justiça de competição”, por conta das fortes chuvas no Rio Grande do Sul, que impedem que Grêmio, Internacional e Juventude possam jogar, ou até mesmo pensar em futebol neste momento.

Segundo a nota, de forma unânime as equipes querem que a competição seja interrompida até o dia 31 de maio. Além do Furacão, fazem parte desta lista Atlético-GO, Botafogo, Criciúma, Cruzeiro, Cuiabá, Fluminense, Fortaleza, Internacional, Juventude e Vasco.

Dos 20 clubes da Série A, apenas Bahia, Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Vitória não são favoráveis à parada e querem que o Brasileirão siga normalmente, apenas com os confrontos dos gaúchos sendo adiados.

CBF dá resposta

Inicialmente, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), havia marcado para o próximo dia 27 um Conselho Técnico com os times, no qual seria definido pela sequência ou paralisação do Brasileirão. Só que com a manifestação dos clubes, o presidente Ednaldo Rodrigues afirmou que pode acatar a decisão dos participantes.

Sobre o pedido de paralisação, é interessante que possamos ouvir todos os clubes para definir. Isso envolve calendário, classificação para as competições sul-americanas e até a Intercontinental, caso um clube brasileiro ganhe a Libertadores. Não é tão fácil assim. Mas somos todos democráticos. Depois de colocar todos esses pontos para que eles definam, não tenho como ficar contrário“, afirmou ele, em entrevista ao ge.globo.

Lance de Athletico x Internacional, pelo Brasileirão
Furacão é favorável a paralisação para ajudar times gaúchos. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Athletico e mais dez clubes postam nota favorável à paralisação do Brasileirão

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.