Por Rodrigo Dornelles

Furacão tem dois jogos em casa para buscar classificação. (Divulgação/Atlético)Furacão tem dois jogos em casa para buscar classificação. (Divulgação/Atlético)

Um gol aos 45 minutos do segundo tempo na noite desta quarta-feira (11) agravou ainda mais a má situação do time principal do Atlético nesta temporada. Após três partidas, a equipe segue sem vencer no Paranaense e se vê em uma incômoda posição na tabela. Agora o Furacão tem duas partidas seguidas em casa para encaminhar a classificação.

Com uma sequência na Arena da Baixada nas próximas rodadas, o Rubro-Negro precisa dos seis pontos para buscar a vaga nas quartas de final. Contra dois times teoricamente mais “fracos”, o Atlético terá que fazer o dever de casa para não correr riscos na competição.

O primeiro adversário do Furacão é o Maringá, concorrente direto e que não apresenta o mesmo desempenho da última temporada, quando foi vice-campeão Estadual. A Zebra está uma posição acima do Rubro-Negro, com três pontos a mais. Para o time da capital, a vitória no sábado (14) é fundamental.

Depois de encarar o Maringá, o Atlético recebe o lanterna Nacional, que ainda não pontuou no campeonato, no final de semana seguinte. Contando que consiga seis pontos nesses dois jogos, o Furacão ainda torce por outros resultados paralelos para deixar a situação mais confortável na tabela. Para encerrar a primeira fase, o time encara o atual campeão, Londrina, fora de casa.