Paulo André se mostra favorável às paralisações das competições em razão da pandemia do novo coronavírus (Monique Vilela/Banda B)

Depois da realização de várias partidas de portões fechados por todo o Brasil, incluindo o Athletiba da última rodada da primeira fase do Campeonato Paranaense, a CBF confirmou a suspensão de todas competições nacionais por tempo indeterminado diante da pandemia do novo coronavírus. Decisão que afeta diretamente o calendários e o dia a dia dos clubes. Questionado sobre as decisões que impactam no futebol, o geente de futebol do Athletico, Paulo André, se mostra favorável às prevenções que chegam ao esporte.

“A nossa prioridade é a sociedade. Que a gente faça o possível para que todos possam estar mais protegidos e que a gente ajude a não contribuir com essa propagação do vírus”, disse o gerente, logo após o clássico Athletiba.

A orientação da CBF é que a partir de agora cada federação decida em seu estado qual decisão tomar sobre as competições regionais – seja a suspensão da competição ou a manutenção das partidas com portões fechados. Decisão que a Federação Paranaense de Futebol deve tomar ainda nesta segunda-feira (16).

“Pelos movimentos no mundo todo, nos parece mais lógico que as competições sejam paralisadas para que a gente tenha maior atenção e cuidado com a sociedade. Nesse momento a prioridade é que todos nós possamos contribuir para controlar essa pandemia”, complementa Paulo André.

Ao longo dos últimos dias, o Athletico já havia comunicado algumas ações colocadas em prática para evitar a propagação do novo coronavírus. A loja oficial do clube está de portas fechadas por tempo indeterminado, além de as visitas à Arena serem suspensas também. Nesta segunda (16) o clube vai definir sobre a rotina de treinos do grupo principal e da equipe de aspirantes.