Curitibano Lipe se destacou na vitória da seleção brasileira. (FIVB)

Depois de bater o Egito em sua estreia, a seleção brasileira obteve a segunda vitória no Mundial Masculino de Vôlei ao derrotar a França por 3 sets a 2, com parciais de 25/20, 25/20, 21/25, 23/25 e 15/12, nesta quinta-feira. A partida foi disputada em Ruse, na Bulgária – o evento também é realizado na Itália.

O resultado foi importante também pelo fato de que franceses são os atuais vice-campeões da Liga das Nações, competição que substituiu no calendário da modalidade a antiga Liga Mundial, na qual a França também ficou com o título em 2015 e 2017.

O Brasil começou o jogo com: Bruninho, Lip, Wallace, Douglas, Lucão e Isac, além do líbero Thales. Eder, William, Lucão, Mauricio e Evandro também foram utilizados pelo técnico Renan Dal Zotto no decorrer do confronto.

Os dois primeiros sets foram anormais, com a seleção brasileira fechando em duplo 25/20 até com certa facilidade. Na terceira parcial, o técnico Tillie Laurent fez três modificações da equipe francesa, que logo abriu 4/1 no placar, graças a um saque poderoso. O Brasil conseguiu igualar a disputa, mas não diminuiu a vantagem do adversário. Os franceses fecharam com 25/21.

O quarto set foi bastante disputado. A França chegou a estar em vantagem de 7/3, mas o Brasil igualou em 9/9, com direito a bonito bloqueio sobre Ngapeth. Em novo bloqueio, com Lip, a seleção brasileira passou a liderar o placar em 12/11. Os franceses retomaram a frente em 18/17 e fecharam em 25/23.

As maiores emoções estavam reservadas para o set final, em uma disputa digna de duas seleções favoritas ao título. Liderados por Ngapeth, os franceses estiveram na frente do placar com 8/6, mas Wallace, Lip e Mauricio foram decisivos para o triunfo brasileiro. O Brasil virou o placar, após estar perdendo por 12 a 11, e conseguiu a suada vitória.

Wallace terminou o duelo como principal destaque brasileiro, com 20 pontos, enquanto o maior pontuador do jogo foi Ngapeth, com 22 acertos. E vale destacar também o fato de que o Brasil contabilizou 18 pontos de bloqueio, a melhor marca do time nacional neste fundamento desde quando Renan assumiu o comando da seleção como substituto de Bernardinho.

A equipe brasileira volta a jogar pelo Mundial no sábado, às 14h30 (de Brasília), contra a Holanda. O time de Renan ainda vai enfrentar o Canadá (segunda-feira) e a China (terça-feira) na primeira fase da competição.

Ainda pelo grupo do Brasil, o Canadá derrotou o Egito por 3 a 0, com parciais de 27/25, 30/28 e 25/19, em outro duelo desta quinta. Com o resultado, a seleção brasileira está em segundo lugar no Grupo B, com cinco pontos, pelo fato de que vitórias por 3 sets a 2 garantem apenas dois pontos – na estreia, o time dirigido por Renan bateu os egípcios por 3 a 0. A liderança é do canadenses, com seis pontos após faturar dois triunfos em sets diretos. A França tem quatro e ocupa a terceira posição. Egito, China e Holanda ainda não pontuaram nesta chave do torneio.

OUTROS RESULTADOS – Em outras partidas do Mundial realizadas nesta quinta-feira, a Polônia venceu Porto Rico por 3 sets a 0, com parciais de 25/14, 25/12 e 25/15; o Japão derrotou a República Dominicana por 25/20, 25/16 e 25/16; os Estados Unidos sofreram para bater a Austrália por 3 a 2 (25/23, 25/20, 22/25, 23/25 e 15/10); o Irã superou a Bulgária por 3 a 1 (25/22, 25/20, 22/25 e 25/19); e a Sérvia ganhou de Camarões por 3 a 0 (30/28, 25/16 e 25/17).