Drussyla durante jogo da seleção brasileira de vôlei. (Divulgação/FIVB)

O esporte brasileiro registra mais um caso de atleta infectado pelo novo coronavírus. Dessa vez, Drussyla, ponteira do Sesc-RJ, foi quem testou positivo para a doença. O resultado do exame foi divulgado na quarta-feira, através de um comunicado oficial do próprio clube, que informa que a atleta se encontra em isolamento social, em sua residência, e passa bem

De acordo com Ney Pecegueiro do Amaral, médico do Sesc-RJ, Drussyla não precisou ser internada, pois teve apenas os sintomas de uma forte gripe. ˜Ela está bem, em casa, fazendo o tratamento recomendado e não precisou ser internada em momento algum. Apenas apresentou os sintomas da doença, como uma forte gripe. No momento, seguirá em isolamento social, em sua residência”, disse.

A ponteira divide apartamento com a levantadora Thais, que também joga pelo Sesc-RJ. Segundo o comunicado oficial, a atleta não apresentou sintomas da doença, que foram manifestados por sua colega de equipe, e continua cumprindo isolamento proposto pelas autoridades médicas.

As demais jogadoras da equipe carioca continuam seguindo o isolamento social indicado pelo clube, desde o último dia 16. Sob supervisão do preparador físico Marco Jardim, o restante das atletas mantém atividades físicas em suas residências e continuam sendo monitoradas pela equipe médica do clube.

Drussyla é a quinta atleta brasileira a ser infectada pelo covid-19. Os outros são os jogadores de futebol Jonathas Jesus (joga na Espanha) e Dori (atua na China), o tenista Thiago Wild e o jogador de basquete Maique, do Paulistano.