Pato largou na frente na decisão da Liga Nacional (Maurício Moreira/LNF)

O Pato está a um passo de fazer história na Liga Nacional de Futsal. O time paranaense goleou o Atlântico de Erechim-RS, por 6 a 0, na manhã deste domingo (02), no Ginásio Dolivar Lavarda, em Pato Branco, e joga por um empate no duelo de volta da grande final para conquistar o título inédito.

Com ginásio lotado e no calor da torcida, a equipe do técnico Sérgio Lacerda construiu o triunfo com autoridade e sem sobressaltos. Com pouco trabalho para o sistema defensivo, o ataque foi operante e letal.

O único susto veio com gol marcado por Jé, mas que foi anulado pela arbitragem por um toque na mão. Depois disso, foi uma aula do Pato. Em rápida jogada, goleiro Careca falhou e Alemão aproveitou sobra para inaugurar o placar. Com o agito das arquibancadas, o time se motivou ainda mais com o primeiro gol e ampliou logo em seguida com Dí Maria.

O Atlântico pediu tempo após os dois gols, mas não teve efeito. No intervalo, idem. O Pato seguiu superior na segunda etapa e chegou ao terceiro com gol contra de Lucas. Na sequência, Thiago Gouveia recebeu na área e só ajeitou para Dí Maria marcar mais um.

Precisando descontar o prejuízo, o time gaúcho apostou no goleiro linha na reta final. Melhor para a equipe de Pato Branco, que chegou a mais um com Ernandes. Mais tarde, em novo erro, o goleiro Alex aproveitou o gol livre e fechou a conta: 6 a 0.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (09), em Erechim-RS. O Atlântico joga por uma vitória por qualquer placar para levar a decisão para a prorrogação, enquanto o Pato joga por um empate ou novo triunfo para conquistar o título da Liga Nacional.