Por Pedro Melo 

Stan Wawrinka é mais um desfalque na Olimpíada. (Divulgação)Stan Wawrinka é mais um desfalque na Olimpíada. (Divulgação)

O tênis ganhou mais um desfalque de última hora nos Jogos Olímpicos. Depois de Roger Federer, o também suíço Stan Wawrinka, número quatro do mundo, não virá ao Rio de Janeiro por conta de uma lesão nas costas que o atrapalhava desde o Masters 1000 de Toronto, na semana passada.

“Estou muito triste. Estava realmente muito empolgado de jogar no Rio. Após Pequim e Londres, eu estava muito ansioso para jogar minha terceira Olimpíada. Desejo aos atletas da Suíça a melhor sorte durante as próximas semanas”, declarou Wawrinka ao site do Comitê Olímpico Suíço, responsável pelo anúncio da desistência.

Sem Federer e Wawrinka, a Suíça fica sem representantes na chave de simples e duplas no masculino, além de duplas mistas já que Federer jogaria com Martina Hingis.  Hingis e Timea Bacsinszky jogarão juntas e a primeira ainda estará em simples.

A chefe de delegação da Suíça, Ralph Stöckli, lamentou a ausência de Wawrinka, mas acredita que o país cumprirá a meta de cinco medalhas na Olimpíada. “Ainda temos uma forte delegação com 105 atletas e estamos confiantes de que vamos atingir a meta de cinco medalhas”, comentou.