Por Pedro Melo 

Etiene Medeiros conquistou sua segunda medalha em menos de um mês. (Divulgação/CBDA)Etiene Medeiros conquistou sua segunda medalha em menos de um mês. (Divulgação/CBDA)

Depois de Nicholas Santos conquistar a medalha de prata, o Brasil subiu ao pódio mais duas vezes no Mundial de Kazan, disputado em Kazan, na Rússia. Thiago Pereira foi prata nos 200 metros medley e Etiene Medeiros se tornou a primeira brasileira a ganhar uma medalha no Mundial com o segundo lugar nos 50 metros costas.

O ano de 2015 vai ser inesquecível para Etiene Medeiros. Depois de conquistar o ouro nos Jogos Pan-Americanos, em Toronto, a nadadora repetiu o feito do Mundial de piscina curta, em Doha no ano passado, e ficou com a medalha de prata após terminar a prova dos 50 metros costas em 27s26, apenas 0s15 atrás da chinesa Fu Yuanhui.

Thiago Pereira foi o primeiro a medalhar no dia e terminou a sua prova em 1min56s65, ficando atrás somente do americano Ryan Lochte, com 1min55s81 e a frente do chinês Wang Shun, que completou em 1min56s81. O segundo lugar foi o melhor resultado do nadador que no Mundial de Barcelona, em 2013, levou duas medalhas de bronze.

Quem também participou da prova foi o curitibano Henrique Rodrigues que terminou na sétima colocação. Através das redes sociais, ele lamentou o resultado na final. “Não foi como eu esperava mas tô com a cabeça erguida e confiante!! Agora vamos para a próxima e seguir firme no objetivo principal que é o Rio 2016”, disse.