Ronaldo Jacaré. (Divulgação/UFC)
A luta entre Ronaldo Jacaré e o jamaicano Uriah Hall, prevista no card preliminar do UFC 249 que será realizado neste sábado, foi cancelada. O brasileiro testou positivo para o novo coronavírus e está fora do confronto.

A informação foi divulgada pela ESPN norte-americana e confirmada pelo UFC pouco depois. A organização emitiu uma nota em que revela que dois membros da equipe do lutador brasileiro também deram positivo para a covid-19, ambos assintomáticos. Os três ficarão isolados em suas casas e serão monitorados pelos médicos do Ultimate.

Segundo o UFC, “não houve outros exames positivos para COVID-19 reportados para o restante dos atletas participando no UFC 249”. A organização avalia que “a resposta a este desenvolvimento é um indicativo da efetividade das medidas de segurança e saúde que o UFC instituiu para este evento”.

O UFC informou que vai contar neste sábado apenas com a equipe essencial, composta por atletas, membros da Comissão Atlética da Flórida e profissionais fundamentais para a realização do evento, mas em número reduzido.

Oponente de Jacaré, Uriah disse que a “saúde é o mais importante” e desejou força ao brasileiro em um texto publicado em suas redes sociais. “Espero que meu oponente e sua família se recuperem disso, não consigo imaginar o que eles estão passando. O show continua e boa sorte para o resto dos lutadores”, escreveu o jamaicano.

Jacaré chegou a Jacksonville, no Estados Unidos, na quarta-feira, e informou às autoridades do UFC que um membro de sua família estava com a covid-19. Jacaré estava assintomático, mas foi monitorado e examinado. Na sexta, após o brasileiro ter comparecido à pesagem da luta, saiu o resultado do teste que constatou a infecção pelo vírus.

Na pesagem, o brasileiro estava de máscara e luvas, e ficou distante de Hall no momento da encarada. A medida foi um dos vários protocolos de segurança adotados pela organização para realização do evento.

De acordo com Hunter Campbell, vice-presidente executivo e diretor comercial do UFC, a programação seguirá normalmente, com 11 lutas.