Nicolle Caliari derrotou norte-americana em estreia pelo Legacy (Rich Burmaster/LFA/Divulgação)

Aniversariante deste sábado (4), a curitibana Nicolle Caliari tem muito o que comemorar. E o maior presente veio dela mesma, dentro do octógono, ao derrotar a norte-americana Itzel Esquivel, em Houston, nos Estados Unidos, na noite de sexta-feira (3), em sua estreia pelo Legacy Fighting Alliance (LFA). O torneio é organizado por Ed Soares, empresário do lutador brasileiro Anderson Silva, e que pode ser a porta de entrada para o UFC.

Ainda com 20 anos, Caliari não deu chances para a adversária, de 21, que vinha com um cartel de duas vitórias e uma derrota. Sobrando no octógono, a curitibana não tomou conhecimento e derrotou a americana com um nocaute técnico no segundo round.

Esse foi o segundo combate de Nicolle no exterior e a primeira vitória. Antes disso, em 2016, ela acabou sendo derrotada por decisão unânime pela japonesa Syuri Kondo, pelo tradicional Pancrase, em Tóquio, no Japão.

A derrota para Kondo, inclusive, foi a única na carreira da brasileira. Mesmo com um cartel ainda raso, com apenas cinco lutas, a curitibana surge como uma grande promessa para o MMA nacional. Agora com 21 anos, Caliari vê crescerem juntas, em menos de 24 horas, a experiência de vida e a de lutadora profissional.