(Divulgação/COI)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O membro mais antigo do COI (Comitê Olímpico Internacional), Dick Pound, rejeitou a ideia de que os Jogos Olímpicos de Tóquio no ano que vem sejam realizados apenas com público japonês.

Em entrevista ao site Kyodo News, Pound afirmou que a proibição de fãs e torcedores de outros países vai contra o espírito cosmopolita dos jogos.

“Eu acho que não será uma Olimpíada do jeito como conhecemos. Nós não sabemos com serão as restrições a viagens internacionais [em 2021]. Poderemos ter alguns países proibidos de viajar ou de entrar no Japão. Isso será decidido com base em dados científicos e no risco de cada país”, declarou.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio, que seriam realizados este ano, foram adiados para 2021 por causa da pandemia do coronavírus.

Pound também afirmou que é improvável um novo adiamento das Olimpíadas de Tóquio para 2024, caso não haja uma vacina até o ano que vem. Segundo ele, as organizações dos Jogos de Paris 2024 e Los Angeles 2028 estão muito avançadas para sofrerem qualquer alteração de calendário. “Eu acho que a única chance de os jogos serem sediados em Tóquio é em 2021”, declarou.