(Reprodução/Facebook)

A ex-atleta da seleção brasileira de Ginástica Rítmica, Ana Paula Scheffer, de 31 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (16) em Toledo. Ela faleceu em casa enquanto dormia e foi encontrada pelos familiares no horário do almoço. A suspeita é que ela tenha tido um infarto fulminante, segundo a assessoria da equipe de ginástica rítmica da cidade.

A atleta começou aos nove anos na ginástica rítmica de Toledo. Com 14 anos, foi convocada à Seleção Brasileira da modalidade, onde conquistou medalha de bronze no aparelho Arco nos Jogos Pan-Americanos de 2007 no Rio de Janeiro, pela seleção brasileira. Em sua carreira, a atleta conquistou inúmeros títulos nacionais e internacionais e deixou a seleção, após oito anos, em virtude de uma lesão na coluna.

Atualmente, ela atuava como técnica das equipes de rendimento de ginástica rítmica em Cascavel. Com dez anos de trabalho na cidade, ela se dedicava ao ensino de crianças e adolescentes, na faixa etária de seis a 16 anos. Em julho de 2018, em uma de suas participações no “Bate papo de Esportes”, na Catve, a profissional relembrou sua trajetória e destacou suas conquistas à frente das equipes de ginástica rítmica da cidade.

Os treinos deste ano foram mantidos em sua maioria de forma remota em razão da pandemia, mas recentemente as equipes retomaram as atividades presenciais. A Secretaria Municipal de Esportes de Cascavel (Secesp), a Federação Paranaense de Ginástica e a equipe da Ginástica Rítmica (GR) da cidade lamentaram a morte através de notas de pesar e enalteceram a dedicação, o empenho e o amor da profissional pela modalidade.

O corpo da ex-atleta foi encaminhado para o IML (Instituto Médico-Legal) de Toledo e os exames de necrópsia devem confirmar a causa da morte. O velório será realizado na Capela da Igreja Católica da Vila Pioneira em Toledo, com horário a ser definido pelos familiares.

As informações são do portal CATVE.