Bale marcou duas vezes e deu o título ao Real Madrid (Divulgação/Uefa)

Segue a escrita do maior campeão europeu. Em uma tarde infeliz para os ingleses, um outro britânico brilhou. Com dois gols do galês Gareth Bale, o Real Madrid bateu o Liverpool, por 3 a 1, na noite deste sábado (26) – tarde no Brasil – e conquistou a Liga dos Campeões da Europa pela terceira vez consecutiva e pela 13ª vez na sua história.

A história se repete. Apenas três clubes conseguiram o tricampeonato da Liga dos Campeões: Ajax, Bayern de Munique e… Real Madrid. Pentacampeão seguido entre 1955/56 e 1959/60, o time merengue se consolida cada vez mais como dono da Europa. E mais um recorde foi quebrado. Desde o novo formato, em 1993, o Real é o primeiro tricampeão consecutivo.

O jogo

Marcado por ser um time ofensivo, não à toa o melhor ataque da competição, o Liverpool não foi diferente de sua campanha na decisão e mostrou desde o início que iria pressionar os merengues. Dando a bola para o Real, os ingleses criaram situações de perigo com a trinca Salah, Mané e Firmino.

Mas a situação dos Reds começou a ganhar contornos dramáticos aos 30 minutos, quando Salah foi derrubado por Sérgio Ramos e deixou o campo para a entrada de Lallana. O Real Madrid também perdeu Carvajal por lesão.

Com a bola rolando, os espanhóis assustaram em uma finalização de Cristiano Ronaldo. O Liverpool também tentou em finalização de Alexander-Arnold, que forçou Navas a fazer bela defesa. A melhor chance foi com Benzema, que chegou a colocar para o fundo das redes, mas a arbitragem assinalou impedimento.

A segunda etapa já começou movimentada em Kiev. Logo aos dois minutos, a defesa inglesa deu bobeira e Isco carimbou o travessão. Pouco depois, aos cinco, veio o primeiro gol. Em falha bizarra, o goleiro Karius tentou repor a bola e jogou nos pés de Benzema, que só empurrou para o fundo das redes para abrir o placar.

Não deu nem tempo de sentir o golpe e o Liverpool logo empatou. Aos nove minutos, após cruzamento na área, Mané apareceu livre e desviou para igualar.

Mas a 13ª conquista teve que vir com chave de ouro. Aos 15, Zinedine Zidane mexeu no time e colocou Gareth Bale na vaga de Isco. Três minutos depois, o galês acertou uma belíssima bicicleta após cruzamento de Marcelo e marcou um golaço. Mais tarde, aos 38, ele contou com nova falha de Karius para fechar o placar. Não deu tempo para mais nada. O Real Madrid chegou ao triplete e se firmou ainda mais como o maior campeão europeu da história.

FICHA TÉCNICA
REAL MADRID 3X1 LIVERPOOL

Local: NSK Olimpiyskyi, Kiev, Ucrânia.
Data: Sábado, 26 de maio de 2018.
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Milorad Mažić (Sérvia)
Assistentes: Milovan Ristić e Dalibor Djurdjević (Sérvia).
Público: 

Real Madrid: Keylor Navas; Carvajal (Nacho), Varane, Sérgio Ramos e Marcelo; Casemiro, Modric e Kroos; Isco (Gareth Bale), Cristiano Ronaldo e Benzema.
Técnico: Zinedine Zidane.

Liverpool: Karius; Alexander-Arnold, Van Dijk, Lovren e Robertson; Henderson, Wijnaldum e Milner (Can); Salah (Lallana), Firmino e Mané.
Técnico: Jürgen Klopp.

Gols: Benzema (RMA) aos 5′, Mané (LIV) aos 9′ e Gareth Bale (RMA) aos 18′ e aos 37′ do segundo tempo.