Por Esporte Banda B 

Lucas Piazon e Andrey foram acusados de abuso sexual. (Reprodução/Twitter)Lucas Piazon e Andrey foram acusados de abuso sexual. (Reprodução/Twitter)

O Pan-Americano segue na mídia por um lado negativo e a polícia de Toronto novamente acusou brasileiros de abuso sexual. Os dois acusados da vez são o goleiro Andrey, do Botafogo-SP, e o atacante Lucas Piazon, do Chelsea e que está emprestado ao Reading, atletas do time brasileiro de futebol masculino na competição.

De acordo com a Polícia de Toronto, os dois jogadores teriam abusado sexualmente de uma garota no período em que estiveram no Canadá. “No dia 25 de julho de 2015, uma mulher de 21 anos, junto com uma amiga, conheceu dois homens em uma casa noturna em Toronto. Os dois homens acompanharam as mulheres até a casa de uma delas. Os dois homens foram identificados, e mandados de busca foram emitidos para Lucas Domingues Piazon, 21, e Andrey Da Silva Ventura, 22. Eles estão sendo procurados por abuso sexual”, disse, em comunicado oficial.

A assessoria de imprensa de Lucas Piazon negou “veemente” o que foi revelado pela polícia canadense. “Piazon nega de forma veemente o que está sendo divulgado pela imprensa canadense. O atleta não foi notificado formalmente e está tomando conhecimento do caso para adotar as medidas cabíveis”, informou.

É o segundo caso que a polícia de Toronto acusa brasileiros de abuso sexual durante o Pan-Americano. O goleiro Thyê Mattos, da seleção masculina de polo aquático, também foi denunciado pelo mesmo crime e ainda não teve a situação definida.