Mbappé se tornou o segundo jogador com menos de 20 anos a balançar a rede na final. (Divulgação/Equipe de France)

O talento e a capacidade de decidir de Kylian Mbappé parecem não ter limites. Com o gol marcado na vitória por 4 a 2 sobre a Croácia, neste domingo, na grande decisão da Copa do Mundo da Rússia, em Moscou, o craque francês igualou Pelé e se tornou apenas o segundo jogador com menos de 20 anos a balançar a rede em uma final de Mundial.

Com 19 anos, seis meses e 20 dias, Mbappé fez o gol que sacramentou o triunfo sobre os croatas no segundo título mundial da seleção francesa. Já Pelé marcou duas vezes na final diante da Suécia, vencida pelo Brasil por 5 a 2, na Copa de 1958. O Rei do Futebol tinha apenas 17 anos na época.

No grupo dos campeões mundiais com menos de 20 anos também está o italiano Giuseppe Bergomi. Aos 18 anos, o zagueiro teve atuação de destaque na vitória da seleção italiana na final da Copa de 1982 sobre a Alemanha, por 3 a 1, que deu aos italianos o tricampeonato.

Mbappé já havia batido outros recordes na Rússia. Ele anotou o gol da vitória sobre o Peru por 1 a 0, em jogo da segunda rodada da primeira fase, e passou a ser o atleta mais jovem a marcar pela França numa Copa do Mundo, superando Trezeguet, que tinha 20 anos e 246 dias quando marcou balançou as redes da Arábia Saudita, em 1998, no torneio em casa.

Nas oitavas de final, contra a Argentina, nova marca para o craque ostentar: tornou-se o mais novo desde Pelé a fazer dois gols num jogo de mata-mata da Copa. O confronto terminou em 4 a 3 a favor dos franceses e Mbappé foi o melhor jogador daquela partida.