Alemanha venceu a Suécia pela segunda rodada (Divulgação/DFB)

A Federação Alemã de Futebol (DFB, na sigla em alemão) suspendeu da próxima partida da seleção na Copa do Mundo dois membros da delegação que está na Rússia. De acordo com a entidade, os funcionários tiveram um comportamento “inadequado” durante a partida contra a Suécia e causaram um desentendimento acalorado com integrantes do banco rival.

Na vitória da Alemanha por 2 a 1, no último sábado, em Sochi, Uli Voigt, do departamento de comunicação, e Georg Behlau, responsável pela logística, iniciaram a confusão. Eles dirigiram provocações ao banco da Suécia após o gol de Toni Kroos, aos 49 minutos do segundo tempo, que decretou a virada no placar.

“Imediatamente após os eventos, as partes pediram desculpas pessoalmente aos suecos. Numa conversa telefônica, o presidente da DFB, Reinhard Grindel, também expressou seu pesar pelo episódio. No âmbito interno, os procedimentos foram discutidos criticamente. Os membros da delegação sabem que se comportaram mal”, escreveu a Federação Alemã em comunicado divulgado na segunda-feira.

A DFB se adiantou a alguma possível sanção do Comitê Disciplinar da Fifa, que ainda não emitiu um parecer sobre o caso. Ainda de acordo com a nota da entidade alemã, punidos ou não, os dois funcionários “não terão nenhuma função” durante a partida contra a Coreia do Sul, às 11 horas (de Brasília) desta quarta-feira, em Kazan.