Por João Pedro Alves e Monique Vilela

As dificuldades financeiras que já foram um problema na temporada passada voltaram a dar as caras na Vila Capanema este ano e estão fazendo o Paraná perder um de seus titulares neste início da Série B do Campeonato Brasileiro. Insatisfeito com o atraso no pagamento dos salários, o atacante Keno decidiu abandonar o clube e não se reapresentou com o restante do elenco após a volta de Florianópolis. Ele pediu a rescisão de contrato e deve não mais vestirá a camisa tricolor daqui para frente.

(Foto: Divulgação/Paraná)Atraso nos salários fez Keno pedir a saída do clube (Foto: Divulgação/Paraná)

A decisão de deixar o Paraná foi causada pelas dívidas que existem com o elenco e que já foram criticadas por outros atletas anteriormente, como o meia Fernando Gabriel e o atacante Giancarlo. Diante dessa situação delicada, Keno mostrou sua insatisfação e não apareceu para treinar na Vila Olímpica do Boqueirão nesta quarta e quinta-feira (22).

Foi o indício de que estava deixando o clube e que a partida contra o Avaí pode ter sido a última pelo Tricolor. Com a saída em litígio eminente, o atacante de 24 anos não será utilizado pelo técnico Claudinei Oliveira já a partir do jogo de sábado (24) diante do Náutico pela Série B.

Keno foi o primeiro reforço anunciado pela diretoria para a temporada 2014, contratado ainda em dezembro passado. E chegou em Curitiba criando expectativas, ao ser apontado como o grande destaque do Águia de Marabá na última Série C por afirmar que tinha um estilo de jogo “parecido com o do Neymar”.

Dentro de campo, porém, o jogador ficou longe de ser decisivo ou uma unanimidade como o craque do Barcelona. Após ter sido pouco aproveitado durante o Campeonato Paranaense, ele ganhou espaço como titular para a Série B, mas pouco fez. No total foram 12 jogos pelo clube, cinco como titular, e apenas um gol marcado.