Por João Pedro Alves

Titular absoluto do meio-campo do Atlético nesta temporada, Everton está fora da segunda partida da final da Copa do Brasil contra o Flamengo, marcada para a próxima quarta-feira (27) no Maracanã. O camisa 22 virou desfalque para o técnico Vagner Mancini ao receber o terceiro amarelo no empate em 1 a 1 na Vila Capanema e ganhar “de brinde” a suspensão para a outra decisão.

(Foto: Divulgação/Atlético)Everton é o segundo suspenso para a decisão no Maraca (Foto: Divulgação/Atlético)

O lance que tirou o meia do jogo do Rio de Janeiro aconteceu já no segundo tempo, quando matou o ataque carioca fazendo falta em Paulinho na entrada da área. Como fazia parte do grupo dos pendurados com dois amarelos, a advertência custou o gancho a Everton – que se junta ao também suspenso Léo na lista das baixas.

Além dele, também estavam pendurados e poderiam ficar de fora da segunda partida outros sete atletas: o goleiro Weverton, os laterais Jonas e Juninho, os zagueiros Manoel e Luiz Alberto, o volante João Paulo e o atacante Douglas Coutinho.

Sem Everton, o técnico Vagner Mancini já começa a pensar em quem pode substituí-lo. As opções são várias, como apostar na entrada de Felipe, Fran Mérida ou Maranhão no time, ou ainda avançar o posicionamento de Zezinho e colocar um outro volante em campo.