Por Guilherme Coimbra

Com um gol e uma assistência, Pablo foi um dos destaques do Atlético no clássico (Geraldo Bubniak/FutebolParanaense.Net)Com um gol e uma assistência, Pablo foi um dos destaques do Atlético no clássico (Geraldo Bubniak/FutebolParanaense.Net)

E a festa no Atletiba foi rubro-negra. Superior do início ao fim, o Atlético aproveitou uma tarde pouco inspirada do Coritiba para vencer o clássico, neste sábado (16), na Vila Capanema, e seguir firme em busca de uma vaga para a Libertadores.

O Furacão abriu o placar na primeira etapa, com um belo gol de Rossetto, após bobeada do sistema defensivo coxa-branca. A vitória foi consolidada na etapa final, com Pablo, aproveitando passe de Lucho González para tocar na saída de Wilson e dar números finais ao clássico.

Com a vitória, o Atlético foi aos 48 pontos e segue próximo do G-6, enquanto o Coritiba permanece com 37 e segue próximo da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o Coxa vai encarar o Fluminense, no domingo (23), às 18h30, no Couto Pereira. Antes disso, o Alviverde recebe o Atlético Nacional, na quarta-feira (19), às 21h45, em jogo válido pela Copa Sul-Americana. O Rubro-Negro joga apenas na segunda-feira (24), às 20h, contra o América-MG, no Independência, em Belo Horizonte.

Atlético sai na frente com uma reclamação para cada lado

O primeiro tempo teve boa movimentação no meio-campo para ambos os lados. Melhor no início, o Atlético tomou a iniciativa e apostou nas descidas rápidas para tentar surpreender o rival. Aos 18 minutos, o Rubro-Negro ficou na reclamação em um cruzamento de Lucho González que desviou no braço de Luccas Claro e a arbitragem nada marcou. No lance seguinte, aos 20, a defesa coxa-branca bobeou, Pablo roubou a bola e cruzou para a área. Hernani desviou e ela sobrou para Rossetto, que ajeitou e soltou a bomba, sem chances para o goleiro Wilson, abrindo o placar no clássico. Os alviverdes ficaram na bronca que a bola teria saído no lance.

Coritiba seguiu com a mesma postura e Furacão ampliou

Na tentativa de mudar o ímpeto da equipe, Carpegiani tentou reorganizar o setor ofensivo com a entrada de Kazim no intervalo. Mas foi o Atlético quem soube se impor na etapa final. Aos 16 minutos, Dodô deu passe errado e a bola sobrou para Hernani, que puxou para a direita e chutou forte, carimbando a trave direita alviverde. Mas pouco mais tarde, aos 23, o Rubro-Negro ampliou a contagem. Em chegada rápida, Lucho González acionou Pablo, que recebeu dentro da área e bateu na saída de Wilson para dar números finais ao jogo.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 2X0 CORITIBA

Local: Vila Capanema, Curitiba (PR).
Data: 16 de outubro de 2016.
Horário: 17h.
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ).
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ).
Público e renda: 6.684 pagantes/ 7.771 público total/ R$ 69.080,00

Atlético: Weverton; Léo, Wanderson, Thiago Heleno e Renan Lodi (Sidcley); Otávio, Matheus Rossetto (Marcão), Hernani, Lucho González (João Pedro) e Lucas Fernandes; Pablo.
Técnico: Paulo Autuori.

Coritiba: Wilson; Dodô (Iago Dias), Walisson Maia, Luccas Claro e Juninho; João Paulo, Edinho (Carlinhos), Juan e Raphael Veiga; Leandro e Vinícius (Kazim).
Técnico: Paulo César Carpegiani.

Cartões amarelos: Leandro, Juninho e Iago Dias (CFC).
Gols: Matheus Rossetto (CAP) aos 20’ do primeiro tempo e Pablo (CAP) aos 23’ do segundo tempo.

Confira as imagens de Atlético x Coritiba (Monique Vilela/Banda B):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21