Estadão-9

O Comitê Rio-2016 negou que os atletas da delegação da Suécia tenham desistido de se hospedar na Vila dos Atletas, no Rio, na noite desta segunda-feira. De acordo com os organizadores, um atleta da ginástica e outro da canoagem slalom pegaram o transporte oficial do Aeroporto do Galeão até a vila como carona por conta própria e, do local, seguiram de táxi até sua hospedagem provisória.

O comitê reitera que não estava prevista a entrada de qualquer membro da delegação sueca na Vila dos Atletas e enfatiza que os dois atletas não chegaram a ver os apartamentos. O time de futebol feminino, que deveria entrar no início da semana, adiou sua chegada por causa das reformas do alojamento.

ANEIS dentroComitê nega que atletas tenha desistido de ir para a Vila. (Divulgação/ Rio 2016)

Foram contratados 630 novos funcionários para reparar os problemas encontrados na Vila dos Atletas. Encanadores, eletricistas e trabalhadores da área de limpeza são os responsáveis pela “força-tarefa” depois de a delegação da Austrália classificar a Vila Olímpica do Rio como “inabitável”. As declarações da chefe da missão da Austrália nos Jogos do Rio, Kitty Chiller, e do prefeito Eduardo Paes geraram polêmica.

Pelo menos 15 edifícios da vila precisavam de intervenções, e a promessa é de que todos ficarão prontos até quinta. De acordo com o Comitê Rio-2016, 21 prédios já foram vistoriados e os dez restantes serão revisados nos próximos dias. Está prevista a chegada de mais 791 pessoas, sendo 200 atletas, na Vila Olímpica até o fim desta terça, totalizando 2.391 moradores.