Com uma grande atuação na metade final do segundo tempo, o Cascavel goleou o Corinthians-PR, de virada, por 4 a 1, neste sábado, no Olímpico Regional, em Cascavel, pela sexta rodada da segunda fase do Campeonato Paranaense, e voltou a sonhar com uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, a Serpente chegou aos quatro pontos, e está a um ponto apenas do Operário, que no momento estaria classificado para a competição nacional. Já o Timãozinho, com apenas um ponto conquistado, já está com a lanterna do octagonal final garantida, devido aos critérios de desempate.

Na próxima rodada, o Cascavel encara o Coritiba, domingo, no Couto Pereira, enquanto o Corinthians-PR vai até Paranavaí, onde enfrentará os donos da casa, no Waldemiro Wágner.

O jogo

O primeiro tempo foi muito equilibrado, com os dois lados buscando o gol. Os donos da casa até acertaram bolas na trave e deram trabalho ao goleiro Ari. Sò que o Corinthians-PR, mesmo com o time reserva, e comandado pelo auxiliar Sandro Forner, provava que não estava morto em campo e também partia para cima.

E foi em um contra-ataque que os visitantes abriram o marcador. Aos 26, Dill disparou, invadiu a área e chutou na saída de Veloso, que espalmou. No rebote, Oliveira, com o gol aberto, nem precisou sair do chão para empurrar a bola de cabeça para o fundo das redes. A Serpente ainda esboçou uma reação no primeiro tempo, mas esbarrou em Ari, que fez duas boas defesas e deu ao Timãozinho a vantagem na ida para o intervalo.

Só que na volta para o segundo tempo a história se mudou. O Corinthians-PR até começou melhor, atacando mais que o adversário. Mas aí, aos 17, Wágner cobrou falta cruzada na área pelo lado direito. Ari passou batido pela bola e Mineiro, de cabeça, só teve o trabalho de deixar tudo igual.

A partir daí, abriu-se uma verdadeira avenida para o Cascavel, que passou a dominar completamente a partida. O Timãozinho ainda acertou uma bola no travessão, com Willian, mas foi só. Aos 30, Saimon tentou cortar cruzamento pela direita e, de cabeça, acabou mandando para o próprio gol, marcando contra.

Sete minutos depois, Wagner, em cobrança de falta de muito longe, encheu o pé e mandou direto para o gol, pegando Ari de surpresa e ampliando o marcador. Resultado que já garantiria a vitória. Mas a Serpente queria mais.

Atuando de forma ofensiva, o Cascavel continuou pressionando. Aos 44, Wágner foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Irineu, artilheiro do clube no estadual, bateu com categoria, a la Djalminha, e definiu a goleada por 4 a 1.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Cascavel goleia o Corinthians-PR e segue na briga pela Série D

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.