Em 2009, o Atlético foi o principal beneficiado pelo supermando do Campeonato Paranaense. Na defesa pelo título nesta temporada dificilmente o Furacão terá as benesses do regulamento (quem termina em primeiro lugar tem direito de mandar todos os jogos da fase final dentro de casa e ainda leva dois pontos extras).

Nesta quarta-feira (27), o time do técnico Antonio Lopes voltou a tropeçar, agora contra o Cascavel, em 0 a 0, no interior do Estado.

Agora, o Furacão soma cinco pontos e ocupa apenas sétima colocação (o líder Coritiba tem 12 pontos). Na partida contra a Serpente, o técnico Antonio Lopes testou uma nova formação tática, sem nenhum lateral direito especifico. No primeiro tempo não deu certo, o rubro-negro foi dominado pela equipe da casa e só conseguiu criar oportunidades aos 38 minutos.

Na segunda parte do jogo, o comandante atleticano corrigiu o posicionamento do time, que então não foi brilhante, mas pelo menos criou oportunidades. “No segundo tempo fomos melhores do que eles, na minha ótica. Criamos chances claras de gol. Gostei mais pelo segundo tempo”, afirmou Antonio Lopes.

Mesmo com os péssimos resultados iniciais (uma vitória, dois empates e uma derrota), o treinador ainda acredita na briga pelas primeiras colocações. “Vamos tentar vitórias em cima de vitórias para poder se aproximar lá da frente”, disse, confiando ainda na recuperação.

Atlético e Cascavel decretaram o primeiro 0 a 0 do Regional deste ano. Na próxima rodada o Furacão enfrenta o Corinthians, na Arena.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Atlético empata e vê distancia para a liderança aumentar

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.