Por Pedro Melo

Ouça os gols da goleada atleticana com a narração de Caio Jr:

[jwplayer mediaid=”119789″]

[jwplayer mediaid=”119790″]

[jwplayer mediaid=”119788″]

Dellattore fez um gol em seu retorno. (Foto: Divulgação/Atlético)Dellattore fez dois gols em seu retorno ao Atlético. (Foto: Divulgação/Atlético)

Depois de duas derrotas consecutivas, o Atlético voltou a fazer as pazes com a vitória ao golear o Figueirense por 3 a 0, neste domingo (12), às 18h30, na Arena da Baixada. Os dois gols de Dellatorre e o outro de Bady levaram o Rubro-Negro aos 34 pontos na 14ª colocação, aumentando para quatro pontos a distância para o Bahia que abre a zona de rebaixamento. Já o Figueirense caiu uma posição e está com 32 pontos em 15º lugar.

O técnico Claudinei Oliveira agora tem uma semana inteira para treinar e na próxima rodada, enfrenta o Flamengo novamente joga na Arena da Baixada, no domingo (19), às 16h. Enquanto, o Figueirense recebe, no estádio Orlando Scarpelli, o Coritiba, também no domingo às 16h.

Atlético domina o primeiro tempo

O Figueirense veio com uma estratégia de se defender e jogar apenas nos contra-ataques. Por conta disso, o Atlético chegou a ter 75% de posse de bola, mas não conseguiu transformar essa superioridade em gol. A grande oportunidade aconteceu quando Bady chutou cruzado, o goleiro Tiago Volpi deu rebote, a bola bateu na perna de Marcos Guilherme e caprichosamente bateu na trave.

Com o controle da partida desde o início e sem marcar o gol, a torcida começou a ficar impaciente com o time e com menos de 40 minutos de jogo já vaiava o time. O principal cobrado era o meia Marcos Guilherme que recebia vaias toda vez que tocava na bola. Além do meia, o lateral Sueliton e o atacante Marcelo também foram questionados pelos torcedores.

Rubro-Negro garante a vitória na segunda etapa

O técnico Claudinei Oliveira atendeu o pedido do público e trocou Marcos Guilherme por Dellatorre, que retornou de lesão, no intervalo. Com apenas cinco minutos, a substituição do treinador surtiu efeito. Sueliton fez o passe rasteiro para Dellatorre, na marca do pênalti, que chutou no canto direito e deixou o Furacão na frente no placar.

O gol deu uma tranquilidade para o Atlético que diminuiu um pouco o ritmo, mas aos 24 minutos conseguiu marcar o gol que ampliar o marcador. Marcelo fez grande jogada em velocidade e encontrou Bady na área que teve apenas o trabalho de mandar a bola para o fundo das redes. Já no final da partida, Dellatorre fez um golaço ao receber na entrada da área, deixar o seu marcador no chão e chutar no ângulo sem chances para o goleiro Tiago Volpi.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 3X0 FIGUEIRENSE

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 12 de outubro de 2014
Horário: 18h30.

Atlético: Weverton; Sueliton, Cleberson, Gustavo (William Rocha) e Natanael; Deivid, Paulinho Dias, Bady e Marcos Guilherme (Dellatorre); Marcelo (Mosquito) e Cléo. 
Técnico: Claudinei Oliveira.

Figueirense: Tiago Volpi; Jefferson, Nirley, Raul e Marcos Pedroso (Willian Potker); Paulo Roberto, França, Marco Antonio (Vitor Júnior) e Giovanni Augusto; Mazolla (Léo Lisboa) e Everaldo.
Técnico: Argel Fucks.

Cartões amarelos: Marcos Pedroso, Everaldo e Giovanni Augusto (FIG); Cleberson e Mosquito (CAP)
Gols:  Dellatorre (CAP), aos 5′ do segundo tempo, e Bady (CAP), aos 24′ do segundo tempo, e Dellattore, aos 46′ do segundo tempo.