A seleção brasileira já tem treinador interino até a chegada do italiano Carlo Ancelotti. E será Fernando Diniz, o técnico mais discutido do futebol nacional. O nome dele será anunciado ainda esta semana pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), segundo a Rede Globo. Ex-comandante de Paraná Clube e Athletico, Diniz seguirá no comando do Fluminense.

Curiosamente, o momento não é o mais agradável no tricolor carioca. Após a conquista do campeonato estadual e de uma goleada sobre o River Plate pela Libertadores, o nome de Fernando Diniz ficou muito cotado para ser o técnico efetivo da seleção brasileira. Mas o Fluminense vem de apenas duas vitórias nos últimos 12 jogos, e o treinador vem sendo criticado pela falta de opções táticas da equipe.

Mas Fernando Diniz tem muita força – e, digamos, muito lobby – na imprensa do eixo Rio-São Paulo. Em especial, com a carioca, que influencia muito a CBF. O presidente Ednaldo Rodrigues, que criou uma espécie de ‘obsessão’ com Carlo Ancelotti, aceitou todas as exigências do treinador do Real Madrid, que só deve assumir a seleção brasileira após a Champions League do ano que vem. E até a metade de 2024 chegar, Diniz fica no comando.

Do Votoraty à seleção brasileira

Fernando Diniz tem 49 anos e foi jogador de 1993 a 2008. No ano seguinte, começou a carreira de treinador no Votoraty, do interior paulista. Teve passagens polêmicas em Paraná Clube (2015) e Athletico (2018) – há uma corrente fora do Paraná que defende que ele “montou” o Furacão que ganhou a Sul-Americana e a Copa do Brasil, mas esquece que o treinador foi demitido quando o time era o vice-lanterna do Campeonato Brasileiro.

O técnico interino da seleção brasileira será o primeiro em 25 anos a acumular o trabalho na CBF e em um clube. O último havia sido Vanderlei Luxemburgo, em 1998, que estava no Corinthians. Diniz vai comandar a seleção no mínimo nas seis partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026. Pela ordem, o Brasil enfrentará Bolívia (casa), Peru (fora), Venezuela (casa), Uruguai (fora), Colômbia (fora) e Argentina (casa).

Fernando Diniz, técnico interino da seleção brasileira.
E aí, você é a favor de Fernando Diniz na seleção brasileira?

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Fernando Diniz será o técnico da seleção brasileira, diz TV

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.