(Lucas Figueiredo/CBF)

Cotado para ser titular na estreia da seleção brasileira nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, no Catar, Renan Lodi não escondeu a ansiedade. O lateral afirmou que, se for escolhido para iniciar a partida contra a Bolívia, sexta-feira, às 21h30, na Neo Química Arena, a experiência será semelhante a de seu primeiro jogo como profissional da carreira, pelo Athletico-PR, em 2017.

“Se eu começar o jogo, vai ser o meu primeiro oficial pela seleção brasileira. Vai ser como se fosse o primeiro jogo como profissional na vida. Tenho que fazer o meu aqui, respeitando claro os meus companheiros de posição. Vou ter as minhas oportunidades e procurarei agarrar ao máximo. Quem veste essa camisa é porque merece”, disse o jogador do Atlético de Madrid, em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, na Granja Comary, em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro.

“Estou muito feliz de estar nesse ambiente. Agora é me preparar. As Eliminatórias têm equipes de muita qualidade. Vai ser muito marcante e gratificante começar o jogo entre os onze. Vai ser marcante para o resto da vida”, emendou o jovem, de 22 anos, que treinou entre os titulares na primeira atividade com o todo o grupo.

No ano passado, Renan Lodi defendeu o Brasil nos amistosos contra Senegal, Nigéria, Argentina e Coreia do Sul. Sua primeira convocação aconteceu em setembro de 2019. Ele deixou boa impressão nas oportunidades que recebeu e voltou a ser chamado. Agora, vive a expectativa de ser titular. A disputa por posição é com Alex Telles, recém-contratado pelo Manchester United.

“Falando do Marcelo, Roberto Carlos, Alex Sandro, Alex Telles, procuro pegar esses nomes como exemplos e fazer o meu trabalho, respeitando os companheiros nessa disputa sadia, em que todos querem o bem. Estou muito feliz de estar aqui novamente, fazendo quase um ano de seleção. Todo mundo sabe que é uma pressão grande. Tem que ter personalidade, não ter medo de nada”, frisou

O Brasil faz mais dois treinos antes do confronto diante dos bolivianos. Na véspera da partida, a atividade será na Neo Química Arena, casa do Corinthians e palco do duelo. Depois, na segunda rodada das Eliminatórias, a seleção encara o Peru, em Lima, na próxima terça-feira.