Rodrigo Caio. (Divulgação/Flamengo)

LEO BURLÁ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – O zagueiro Rodrigo Caio, um dos muitos jogadores do Flamengo que contraiu a Covid-19, revelou que ainda tem sequelas referentes à doença. Em entrevista coletiva, o defensor falou da angústia e dos danos que o vírus causou. Ele testou positivo em setembro, mas ainda não está 100% recuperado.
“Tive poucos sintomas, mas tenho até hoje falta de paladar e olfato. Recuperei bem pouco. A volta foi muito rápida, isso afeta muito. Perdemos a questão física e afetou bastante”, disse ele, que completou.
“Acredito que não seremos os mesmos, espero que sejamos pessoas melhores. Que a gente possa alcançar nossos objetivos nessa reta final de ano”.
Rodrigo exaltou todos os seus companheiros de posição, disse que os jogadores disponíveis para o setor estão aptos a serem titulares, mas festejou a notícia da renovação de Diego Alves, jogador que também compõe o sistema defensivo rubro-negro.
“Ficamos felizes, é jogador importante para o grupo, um líder que representa muito para nós e para a instituição. Que ele possa dar alegrias para nós e para a Nação”, afirmou.
O atleta falou também do reencontro com Rogério Ceni, seu companheiro de time e também técnico no São Paulo. Ele destacou a capacidade de trabalho do comandante e comparou seu estilo de jogo ai de Jorge Jesus.
“Uma linha de defesa forte ganha um campeonato, a gente vem fazendo trabalho intensivo para se adaptar ao Rogério, que é muito parecido com o Jorge. A gente vem evoluindo. Com o tempo de trabalho do Rogério, a gente vai evoluir e fazer com que a equipe seja aquela forte e competitiva que foi em 2019. Algumas críticas são bem maldosas, mas o futebol é assim, é emoção. Nós estamos nos sentindo mais confortáveis, nossa equipe está se recompondo e se organizando melhor”, analisou.
De ânimo renovado após três vitórias em sequência no Brasileiro, o clube rubro-negro se prepara para encarar no domingo (20) o Bahia, 18h15, no Maracanã. O jogo é considerado chave para a equipe não se desgarrar do líder São Paulo, que tem oito pontos de vantagem.