Pachequinho não é mais técnico do Maringá. (Geraldo Bubniak/AGB)

O Maringá anunciou a saída do técnico Pachequinho e do diretor de futebol Augusto Moura. De acordo com nota oficial pelo clube, o clube teve uma queda considerável de receitas devido à pandemia da Covid-19 e precisou realizar alguns cortes em seu quadro de funcionários.

“No início da pandemia, medidas de reduções foram propostas e aceitas pelos profissionais, mas após mais de 90 dias de paralisação e queda ainda maior de receitas, as mesmas não foram possíveis de manutenção, inviabilizando assim, a permanência para sequência da temporada”, diz trecho da nota.

Na última sexta-feira (26), a Federação Paranaense de Futebol (FPF) se reuniu com os clubes da elite para planejar o retorno do estadual até o dia 15 de julho. Porém, ainda não tem nenhuma informação sobre o início da divisão de acesso.

Confira a nota do Maringá

O Maringá Futebol Clube vem por meio desta, comunicar que devido ao agravamento da crise econômica causada pelo Coronavírus, o técnico Eriélton Carlos Pacheco, o Pachequinho, e o diretor de futebol Augusto Moura, não permanecerão no quadro de colaboradores do clube. Infelizmente, como já mencionado anteriormente em carta publicada, a pandemia causada pelo COVID-19 afetou drasticamente a nossa economia, culminando em uma queda considerável de receitas.

No início da pandemia, medidas de reduções foram propostas e aceitas pelos profissionais, mas após mais de 90 dias de paralisação e queda ainda maior de receitas, as mesmas não foram possíveis de manutenção, inviabilizando assim, a permanência para sequência da temporada.

Desde já agradecemos o profissionalismo e a contribuição pelo trabalho realizado, tanto do Eriélton Carlos Pacheco, como do Augusto Moura, que agregaram muito ao clube e ao projeto ao longo desses meses.

Nossa pré-temporada iniciou no dia 17 de fevereiro, mas no dia 17 de março suspendemos os trabalhos por conta da pandemia. No último dia 17 de junho, completamos 90 dias sem atividades e até o momento, a competição que estava prevista para iniciar no dia 5 de abril e finalizar em 26 de julho, não tem nova data definida para ser realizada.

Acreditamos que a saúde financeira de um clube de futebol é fundamental para sua estabilidade e projeção no cenário traçado. Por isso, devido à crise instalada em nossa sociedade, fomos obrigados a readequar todo o nosso planejamento financeiro de 2020 para a nova realidade de receitas.

Ainda aguardamos uma posição oficial da Federação Paranaense de Futebol para retomarmos nossas atividades e buscarmos as melhores soluções para a atual realidade do clube.

A diretoria do MFC, a partir de hoje, estará buscando um novo treinador para a disputa do Campeonato Paranaense 2020 Série B e o profissional será anunciado assim que a Federação Paranaense remarcar a data de início da competição.

Sem mais para o momento.

Atenciosamente,

Diretoria do Maringá Futebol Clube.