Treino do Athletico durante a paralisação do futebol. (Maurício Mano/Athletico)

Foram pouco mais de quatro meses sem jogos no estado do Paraná e o Campeonato Paranaense retorna neste final de semana com as partidas das quartas de final, entre elas o clássico Paraná x Coritiba e a partida do Athletico contra o Athletico. A Banda B preparou uma linha do tempo com as principais notícias durante o tempo de suspensão do futebol devido à pandemia da Covid-19.

13 de março – jogos do Paranaense sem torcida

Dois dias antes da última rodada da fase de classificação, a Federação Paranaense de Futebol (FPF) anunciou que os jogos do domingo seriam realizados sem a presença de público. A medida foi tomada após uma determinação do Ministério da Saúde em não realizar eventos com a presença de muito público por conta da pandemia do coronavírus.

15 de março – suspensão das competições da CBF

Na tarde do dia 15 de março, quando acontecia os jogos do Campeonato Paranaense, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) suspendeu todas as competições de âmbito nacional por tempo indeterminado devido à pandemia do novo coronavírus. O Paraná tinha jogo marcado contra o Botafogo para o dia 18 e até viajou para Toledo com time reserva por conta do jogo decisivo da Copa do Brasil.

16 de março – suspensão do Campeonato Paranaense

No dia seguinte do fim da fase de classificação do estadual, a FPF determinou a suspensão do Campeonato Paranaense por tempo indeterminado devido à pandemia do covid-19, o novo coronavírus. Segundo a entidade, a decisão foi tomada por recomendação do Ministério do Saúde considerando “o risco de propagação e contaminação em massa, bem como a saúde de todas as pessoas envolvidas para realização das partidas de futebol”.

26 de março – clubes decidem dar 20 dias de férias aos jogadores

Em reunião realizada com representantes dos times das quatro divisões do futebol brasileiro e da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), os clubes decidiram dar 20 dias de férias coletivas entre os dias 1º e 20 de abril devido à pandemia do novo coronavírus. Os clubes esperavam retornar com os estaduais em 1º de maio.

14 de abril – clubes dão mais 10 dias de férias

A maioria dos clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro decidiu por estender as férias dos jogadores por mais 10 dias. A volta seria no próximo dia 21 de abril e agora vai acontecer no começo de maio. O Athletico não participou da reunião, mas aderiu a medida dois dias depois.

01º de maio – início dos treinos online

Os clubes paranaenses voltaram aos treinamentos, mas apenas pela internet. Foi a forma encontrada para manter os jogadores com o mínimo de condição física até a autorização para a volta dos treinos presenciais.

25 de maio – Autorização para os treinos presenciais

A Secretaria da Saúde do Estado do Paraná (Sesa) liberou no dia 25 de maio o retorno aos treinamentos presenciais dos clubes paranaenses que participam do estadual e/ou possuem calendário nacional na temporada de 2020. Todos os clubes vão ter que seguir todos os protocolos para o combate à Covid-19.

Com o retorno, o presidente da FPF, Hélio Cury, esperava voltar com o estadual na primeira quinzena de junho “Nós consideramos no mínimo 20 dias para treinamento. Partindo de hoje, nós voltaríamos no dia 15, 17 mais ou menos. Do dia 10 para frente dependendo de todas as circunstâncias, conversando com os clubes para saber a situação de todos. Entre os dias 15 e 20 seria mais ou menos a ideia para iniciar a fase das quartas de final do Campeonato Paranaense”, declarou.

03 de junho – Paraná tem um caso da Covid-19

O Paraná só voltou aos treinamentos no dia 03 de junho e registrou um caso do novo coronavírus nos 65 testes realizados. Na semana seguinte, após cumprir quarentena, o funcionário realizou um novo teste e voltou ao trabalho depois de se curar da doença.

10 de junho – Coritiba registra dois casos da Covid-19

Na segunda bateria de testes, o Coritiba diagnosticou dois casos positivos da Covid-19 em 64 testes realizados em jogadores, membros da comissão técnica e funcionários. Ambos estavam assintomáticos e voltaram ao trabalho na semana seguinte após o período de isolamento.

13 de junho – treinos do Athletico são suspensos

No dia 13 de junho, a secretária municipal de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, anunciou uma série de medidas restritivas para combater a Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Entre as suspensões está as atividades dos clubes esportivos e sociais. Com isso, o Athletico teve que paralisar os treinamentos no CT do Caju, localizado no bairro Umbará.

15 de junho – secretário de Esportes de Curitiba diz que Athletico pode voltar aos treinos

Em entrevista à Banda B nasta segunda-feira (15), o secretário municipal do Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Trautwein, assegurou que o Athletico poderá retornar seus trabalhos físicos, desde que continue a exercer os protocolos de saúde, aprovados pela Secretaria de Saúde do estado do Paraná.

Porém, a Prefeitura de Curitiba não mudou o decreto e manteve os treinamentos do Athletico suspensos no CT do Caju. O clube não divulgou mais informações sobre as atividades, mas não paralisou o trabalho.

26 de junho – clubes se reúnem para a volta do Campeonato Paranaense

Um dia após a CBF confirmar o início do Campeonato Paranaense para 09 de agosto, os representantes dos oito clubes do estadual e a FPF se reuniram para voltar com o estadual até 15 de julho. O presidente Hélio Cury já acreditava que o estado do Paraná tinha condição de voltar com o futebol.

“O futebol está muito bem estruturado, dando todo o suporte necessário aos atletas e para o retorno dos campeonatos. Não somos o vilão da história. Eu acho que o futebol está pagando conta que não é nossa. Não dá pra colocar no mesmo nível das academias, são situações diferentes”, comentou o presidente da FPF.

29 de junho – Athletico tem sete casos da Covid-19

Sete profissionais do Athletico – seis jogadores e um membro da comissão técnica – foram diagnosticados com a Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Os testes estão sendo realizados regularmente desde o final de maio, mas o clube não informou nenhum resultado.

De acordo com informações apuradas pela reportagem da Banda B, um jogador teve contato com familiar que estava com a doença. Por isso, o Athletico convocou todos os atletas e membros da comissão técnica com urgência no último sábado (27) para realizar o exame RT-PCR.

30 de junho – governo do Paraná anuncia quarentena restritiva por 14 dias

O novo decreto do governador Ratinho Júnior suspendeu os treinamentos de Coritiba e Paraná por 14 dias. Já o Athletico estava com os treinos suspensos desde o dia 13 de junho, quando a capital paranaense entrou em bandeira laranja (risco moderado) para evitar o aumento de casos da Covid-19.

Apesar do novo decreto do Governo do Estado, que restringe a abertura de clubes nas regiões mais afetadas pela pandemia do novo coronavírus, o Paraná Clube seguirá treinando normalmente no CT Ninho da Gralha, em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O clube conseguiu junto à Prefeitura a liberação para seguir trabalhando dentro dos protocolos de saúde já estabelecidos.

06 de julho – Athletico tem mais seis casos da Covid-19

O Athletico registrou mais seis casos – três jogadores e três membros da comissão técnica – para a Covid-19. Os funcionários foram submetidos aos exames RT-PCR. O Rubro-Negro não se pronunciou sobre o assunto.

07 de julho – Coritiba tem funcionário internado por Covid-19

O Coritiba registrou o terceiro caso de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. O funcionário, que não teve o nome revelado, é membro da comissão técnica e foi hospitalizado em estado grave. Ele já está recuperando e deve deixar o hospital nas próximas semanas.

09 de julho – FPF solicita à Câmara Municipal de Curitiba no dia 18

A Federação Paranaense de Futebol (FPF) pediu autorização à Câmara Municipal de Curitiba (CMC) para a volta do Campeonato Paranaense a partir do dia 18 de julho. O pedido foi entregue pelo assessor da presidência da FPF, Robson Seerig, ao presidente da CMC, Sabino Picolo.

16 de julho – confirmação do retorno do Campeonato Paranaense

A Federação Paranaense de Futebol confirmou o retorno do Campeonato Paranaense para o dia 18 de julho, mas nem todas as cidades liberaram o futebol. Curitiba, Paranaguá e Londrina vetaram os jogos, e o clássico entre Paraná e Coritiba foi marcado para Ponta Grossa.

17 de julho – Prefeitura de Curitiba autoriza jogos de futebol

A Prefeitura de Curitiba autorizou o retorno dos jogos de futebol já neste final de semana. Com isso, o clássico entre Paraná e Coritiba, que aconteceria em Ponta Grossa, será realizado na Vila Capanema. O jogo está confirmado para domingo (19), às 16h.