A definição do campeão paranaense de 2020 começa neste neste domingo (02), às 16h, na Arena, com o primeiro jogo da final do Estadual entre Athletico e Coritiba. Pela 19ª vez, um Athletiba vai decidir a competição, e o equilíbrio marca esta disputa. São nove títulos para cada equipe, e a edição de 2020 vai servir para desempatar essa briga. E dentro deste equilíbrio, alguns atletas dos atuais elencos já conhecem o que é viver esta disputa pelo troféu estadual.

Goleiro está desde 2015 no clube. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Pelo Coritiba, dois atletas participaram em algum momentos das três decisões de Athletiba nos últimos quatro anos. O goleiro Wilson e o meia Thiago Lopes fazem parte desta história. Atualmente, o goleiro de 36 anos é reserva de Alex Muralha, e foi titular em 2017 e 2018 – em 2016 não atuou nas finais, pois havia passado por uma cirurgia. Já o meia, atuou nas finais de 2016 e 2018. Em 2017, entrou em campo em sete jogos no Estadual, mas não foi relacionado para as finais. Em 2020, já foi titular em algumas oportunidades.

Já no Athletico, três jogadores do atual elenco vivenciaram este clima de Athletiba em final. O zagueiro Thiago Heleno estava em campo na decisão de 2016, marcando um dos gols da partida. O atacante Nikão disputou as finais de 2016 e 2017, enquanto que o zagueiro Zé Ivaldo foi titular na finalíssima de 2018. Além dos três jogadores, Paulo André, atual diretor de futebol, foi titular em 2016 e 2017.

Thiago Heleno marcou em final de Campeonato Paranaense. (Geraldo Bubniak/AGB)

Nos últimos quatro anos, Atlhetico e Coritiba deicidiram o Estadual em três oportunidades. De 2016 a 2018, são dois títulos para o Furacão (2016 e 2018), e um para o Coxa (2017).