Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo.

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), Marcelo Jucá, indeferiu, nesta quinta-feira, os pedidos de liminar de Botafogo e Fluminense e manteve a tabela do Campeonato Carioca.

Por causa da pandemia do coronavírus, os clubes entraram com uma ação também nesta quinta-feira para não jogarem na segunda-feira, como determinado pela Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) na segunda-feira no reinício da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Ambos queriam adiar os jogos dos dias 22 e 25 de junho para 1º e 4 de julho.

“Os fundamentos jurídicos lançados pelos clubes requerentes são absolutamente razoáveis, mas se postos em uma balança conjuntamente com a soberana vontade da maioria, não podem pesar mais. Lamento pessoalmente não flexibilização das datas, pois quem mais sofrerá com isso é a competição, contudo, por outro lado, seria absolutamente leviano entender que a vontade expressa por 14 (quatorze) clubes deve ser posta de lado em razão de outros dois”, disse Jucá.

Se Botafogo e Fluminense não entrarem em campo, poderão ter sua atitude considerada como abandono do torneio. Neste caso, o artigo 9º, parágrafo 2º do regulamento geral de competições da Ferj em 2020 prevê “multa e rebaixamento para a categoria, divisão ou série imediatamente inferior, no ano seguinte, em se tratando das Séries A e B, ou ficará impedida de participar no ano seguinte, em se tratando de associações da Série C”.

Restam duas rodadas para o fim da fase de grupos da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. O Botafogo é o quarto colocado do Grupo A com quatro pontos, empatado com o Bangu, em terceiro, e dois atrás do Boavista, em segundo, posição que vale a última vaga da chave.

O Fluminense lidera o Grupo B com nove pontos e pode garantir vaga direto para a final do campeonato por ter a melhor campanha geral, pois soma no total 24 pontos.