Jogadores da Chapecoense testaram positivo para a Covid-19 após o jogo contra o Avaí. (Márcio Cunha/Chapecoense)

A Superintendência de Vigilância em Saúde do Governo de Santa Catarina cancelou a partida entre Avaí e Chapecoense, que aconteceria neste domingo (12), no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pelas quartas de final do Campeonato Catarinense.

O cancelamento aconteceu após a Chapecoense informar que teve casos positivos para a Covid-19, mas não falou quantas pessoas e quais as funções. Porém, de acordo com a nota do Governo de Santa Catarina, “uma das equipes teve 14 casos confirmados para Covid-19 e será necessário afastamento de todos os atletas para seguir as medidas necessárias de proteção”.

Além da Chapecoense, Joinville, Criciúma, Marcílio Dias e Figueirense tiveram casos do novo coronavírus nos últimos dias. Já o Avaí relatou que todos os testes realizados na última quinta-feira, após a partida em Chapecó, deram negativo.

Confira a nota do Governo de Santa Catarina:

A Superintendência de Vigilância em Saúde Estadual notificou os clubes Avaí e Chapecoense, além da Federação Catarinense de Futebol, neste sábado, 11, sobre a partida válida pelas quartas de final do campeonato catarinense, que ocorreria neste domingo, 12, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis. Com isso, a partida está cancelada.

A medida levou em consideração o item XXXIII do artigo 8º da Portaria SES nº 466 de 6 de julho de 2020, que regulamenta as medidas sanitárias e o risco epidemiológico durante a pandemia do coronavírus.

Uma das equipes teve 14 casos confirmados para Covid-19 e será necessário afastamento de todos os atletas para seguir as medidas necessárias de proteção. A Secretaria de Estado da Saúde segue atenta a qualquer avanço de transmissão e essas medidas são tomadas para resguardar a saúde de todos.