(Goiás)

Goiás, ao contrário da maioria dos clubes do Campeonato Brasileiro, não estendeu as férias dos jogadores até 30 de abril. Os atletas treinarão, primeiro, em “home office” a partir desta terça-feira e, depois, em grupos separados no CT do clube em maio.

“Eles vão ser divididos, o campo estará dividido em quadrante e cada atleta vai respeitar este distanciamento. Não haverá trabalho coletivo. Quando a gente sentir segurança em poder fazer os treinos normais, vamos fazer”, explicou Túlio Lustosa, gestor de futebol, ao canal de vídeos do Goiás no YouTube.

De volta à elite nacional, o Goiás está de férias desde 1º de abril. O Campeonato Goiano foi paralisado em meados de março por conta da pandemia do novo coronavírus. Ainda não há data para retomar o Estadual e nem iniciar o Brasileirão.

“Isso será monitorado. Cada atleta e membro da comissão técnica vai ter a temperatura checada, nosso departamento médico vai funcionar exaustivamente”, completou Lustosa.

No Goiano, após dez rodadas – faltavam duas para o término da primeira fase -, o já classificado Goiás ocupa a terceira colocação com 19 pontos. Os oito primeiros colocados avançariam às quartas de final. Na Copa do Brasil, o time saiu na frente do Vasco ao vencer o jogo de ida da terceira fase, por 1 a 0, no Rio.