Foto: Nelson Perez/Fluminense

O namoro não é mais segredo para ninguém, mas o casamento de Fred com o Fluminense é uma questão de tempo para ser, enfim, concretizado. Nesta semana, representantes das duas partes terão uma conversa na qual será formalizada uma oferta.

O acordo já poderia ter saído antes, mas o litígio com o Cruzeiro e a pandemia do coronavírus atrasaram a questão. Com este cenário de crise, o Flu teve de colocar as contas novamente na ponta do lápis para não estourar o orçamento.

A volta do ídolo é tratada como favas contadas nas Laranjeiras. Presidente tricolor, Mario Bittencourt tem uma relação próxima de amizade com o jogador, que atuou até como cabo eleitoral no pleito presidencial.

A volta do atacante foi também uma espécie de “promessa” de campanha do mandatário, que sonha em ter novamente outros jogadores identificados com o clube. O lateral esquerdo Marcelo e o zagueiro Thiago Silva são sonhos de consumo, mas são situações mais complexas.

Fred já está decidido pelo retorno e mantém a forma antes de voltar a vestir a camisa do Tricolor. Ele será o único nome de impacto para o restante da temporada, visto que a avaliação sobre o elenco é positiva.

Com 172 gols em 288 jogos, Fred levantou dois títulos do Brasileiro (2010 e 2012) e está próximo de escrever um novo capítulo no clube. Terceiro maior artilheiro do Tricolor, o camisa 9 só precisa dizer “sim” para voltar para casa.