Jorge Jesus. (Divulgação/Flamengo)

Jorge Jesus decidiu deixar o Flamengo e assumir o comando do Benfica. Nesta sexta-feira, o clube carioca confirmou a saída do treinador, que acertou seu retorno ao time lisboeta. O treinador deve viajar neste fim de semana para seu país.

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que, em reunião realizada na tarde desta sexta-feira (17), o técnico Jorge Jesus comunicou que, exercendo seu direito contratual, está se desligando do Clube para voltar para Portugal. Apesar de lamentar a perda de seu vitorioso técnico, o Flamengo respeita esta decisão pessoal”, anunciou o clube.

Livre, o técnico agora vai para Portugal, onde acertará os últimos detalhes. Jorge Jesus comandou o Benfica entre 2009 e 2015 e teve passagem marcante pelo clube. E ele pode não ser o único a trocar o Rio por Lisboa. De acordo com a imprensa portuguesa, o treinador até já tem dois nomes do Flamengo na mira para levar com ele. Trata-se do volante Gerson e do atacante Bruno Henrique. Segundo o canal Sport TV, de Portugal, o Benfica estaria disposto a desembolsar cerca de R$ 180 milhões pelos dois atletas.

Em busca de um treinador, o Benfica anunciou semana passada que efetivou o auxiliar Nélson Veríssimo até o fim da atual temporada europeia, que foi retomada há cerca de um mês em Portugal em meio à pandemia do novo coronavírus. Veríssimo substitui temporariamente Bruno Lage, demitido na semana anterior, após resultados ruins da equipe que permitiram ao rival Porto abrir vantagem na liderança do Campeonato Português e ganhar a competição. O auxiliar vai cumprir mandato tampão à frente da equipe enquanto a diretoria busca novo treinador.

Já o Flamengo vai buscar um substituto para Jesus buscando a sequência da temporada. O clube exaltou o trajetória de sucesso do treinador ao confirmar a sua saída nesta sexta-feira.

“Nos 13 meses que Jorge Jesus dirigiu nosso time de futebol profissional, o Flamengo teve uma performance espetacular, conquistando a Copa Libertadores (2019), o Campeonato Brasileiro (2019), a Supercopa do Brasil (2020), a Recopa Sul-Americana (2020), a Taça Guanabara (2020) e, na última quarta-feira (15), o Campeonato Carioca (2020)”, relembrou o clube.

“Em nome de toda a diretoria e dos 42 milhões de rubro-negros que formam a Maior Torcida do Mundo, o nosso maior agradecimento a ele e toda sua comissão técnica por tudo o que foi feito e o nosso desejo que continuem mantendo o enorme sucesso como tiveram conosco. O Flamengo, seguindo o que seu hino preconiza – e que tão bem Jorge Jesus representou – continuará no seu objetivo de sempre: Vencer, vencer, vencer!”, concluiu o clube.