Edina Alves, é destaque na FIFA. (Divulgação/FIFA)

Com origens no interior do estado do Paraná, Edina Alves ganhou destaque no Brasil após mudar de opção na arbitragem e sair do cargo de auxiliar para se tornar a árbitra principal de uma partida de futebol. Desde a mudança ocorrida em 2014 ela ganhou notoriedade no quadro da FIFA apitando inclusive a Copa do Mundo Feminina de 2018, na França. Agora, Edina foi selecionada pela entidade para estar no Mundial de Clubes no Catar.

O anúncio foi feito pela entidade máxima do futebol que convocou sete árbitros de campo e 12 assistentes, além de outros sete árbitros de vídeos para a operação do VAR. O Mundial de Clubes, será realizado entre os dias 1 e 11 de fevereiro e vai contar um trio feminino na arbitragem.

Além de Edina Alves, a catarinense Neuza Back foi chamada e vai integrar o trio comandado pela paranaense. No site oficial, a FIFA declarou que “a nomeação do trio feminino liderado por Edina Alves Batista dá continuidade ao caminho iniciado na Copa do Mundo sub-17 de 2017, onde a árbitra suíça Esther Staubli arbitrou um jogo, seguida pela árbitra uruguaia Claudia Umpierrez, que arbitrou duas partidas no torneio de 2019, no Brasil”.