Sem Neymar, PSG vence, mas passa atrás do Benfica; City segue invicto
Mbappé roubou a cena em vitória do PSG. Foto: Reprodução/Twitter UCL

O Paris Saint-Germain venceu a Juventus por 2 a 1 na tarde desta quarta-feira (2), na Itália, mas não se garantiu na primeira colocação na chave da Liga dos Campeões. Mbappé e Nuno Mendes fizeram os gols da equipe francesa, enquanto Bonucci diminuiu.

Sem Neymar, suspenso por conta de amarelos, o PSG não teve vida fácil contra os italianos em Turim. Mbappé foi decisivo. No primeiro tempo, resolveu em uma linda jogada individual, anotando um golaço. Na etapa final, deu um passe preciso para Nuno Mendes recolocar a equipe em vantagem.

Se não tinha muita posse de bola, a Juventus tentou igualar a partida impondo velocidade e jogadas verticais. Assim arrancou o empate na reta final do primeiro tempo e fez um gol anulado por impedimento com Locatelli.

A entrada de Nunes Mendes pode ser considerada uma ação decisiva no jogo. O português entrou e, em pouco minutos, partiu em velocidade e bateu cruzado para recolocar o PSG na frente do marcador. Com a vitória, o PSG chegou a 14 pontos no Grupo H da Champions League. O Benfica, que venceu o Maccabi Haifa por 6 a 1, alcançou a mesma pontuação, mas leva vantagem em gols como visitante.

Vale lembrar que na competição europeia o primeiro critério de desempate é o confronto direto, mas PSG e Benfica empataram duas vezes (1 a 1 em ambas as partidas).

City derrota o Sevilla

O Manchester City venceu o Sevilla por 3 a 1 na tarde desta quarta-feira, em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O placar foi construído com os gols de Rico Lewis, Álvarez e Mahrez, para os ingleses. Rafa Mir marcou para os espanhóis.

Com o resultado, os comandados de Pep Guardiola mantiveram sua invencibilidade na Champions. Na primeira colocação do Grupo G, o clube aguarda o sorteio do mata-mata da Liga dos Campeões para conhecer sua chave e seu adversário das oitavas de final. A equipe de Jorge Sampaoli não conseguiu a vaga para o mata-mata, mas garantiu sua classificação para a Liga Europa após ficar na terceira posição do grupo.

O time inglês começou o jogo com mais volume, mas a equipe espanhola foi mais aguda. Rafa Mir foi acionado na área pela direita e, mesmo sem muito ângulo, finalizou com perigo, mas Ortega defendeu. Minutos depois, Isco cobrou escanteio na segunda trave e Rafa Mir apareceu livre de marcação para cabecear no contrapé do goleiro do Manchester City.

Depois de insistir muito, ainda no início da segunda etapa, o City conseguiu empatar a partida. Após um erro de Alex Telles na saída de bola, Álvarez fez o pivô na entrada da área, girou e tocou para Rico Lewis. O garoto, de apenas 17 anos, ficou na cara do gol e bateu no alto, sem chance para Bono.

Kevin de Bruyne trouxe a virada. Em seu segundo toque na bola no jogo, o meio-campista deu um passe em profundidade e deixou Julián Álvarez na cara do gol. Ele driblou o goleiro e estufou as redes para virar a partida para o City.

Pouco depois, em mais um erro do Sevilla na saída de bola, Carmona foi desarmado por Álvarez, que encontrou Mahrez livre na entrada da área. Na cara do gol, o atacante bateu no alto e amplia o triunfo da equipe de Pep Guardiola. O Manchester City volta a campo para enfrentar o Fulham no sábado (5), às 12h (de Brasília), pelo Campeonato Inglês. Já o Sevilla encara a Betis, no domingo (6), às 17h (de Brasília), pelo Espanhol.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Sem Neymar, PSG vence, mas passa atrás do Benfica; City segue invicto

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.