Paolo Rossi (Reprodução/Fifa)

SÃO PAULO, SP (UOL-FOLALHAPRESS) – A Uefa anunciou, por meio de seu site oficial, que todos os jogos desta quinta-feira (10) vinculados à entidade terão um momento de silêncio em homenagem a Paolo Rossi, ex-atacante italiano que morreu nesta quarta aos 64 anos.
Pouco antes de a bola rolar, o algoz do Brasil na Copa de 1982 será lembrado pela organização que comanda todo o futebol europeu.
A carreira de Paolo Rossi é classificada como “brilhante tanto a nível de clubes como seleção” pela Uefa, que pontuou a vitória sobre o Brasil na Copa de 1982 como um dos momentos mais marcantes do futebol. “No entanto, ele é mais lembrado por marcar três gols lendários na eliminação chocante da Itália por 3 a 2 do favorito Brasil.”
Membro do Comiê Executivo da Uefa e ex-companheiro de Rossi na Juventus, o polonês Zbigniew Boniek demonstrou choque pela morte do italiano ao site da entidade.
“Eu admito que estou chorando agora. Paolo estava no grupo dos meus amigos de verdade. Não ganhei apenas do lado dele, também vivi com ele”, lamentou.