Cristiano Ronaldo em campo pela Juventus. – Foto: Reprodução/Instagram
O primeiro ministro da Itália, Giuseppe Conte, anunciou neste domingo que o processo de relaxamento das medidas de distanciamento social no país começará em 4 de maio, com o início da “fase 2” do combate ao novo coronavírus. Com essa medida, o governo libera os clubes de futebol a voltar aos treinamentos a partir do dia 18 de maio.

Giuseppe Conte, no entanto, não quis adiantar uma data para a retomada das partidas no país pelo Campeonato Italiano e pela Copa da Itália, além das competições por outros esportes como tênis, basquete e vôlei.

Reconhecendo ser um fanático por futebol, o primeiro ministro italiano afirmou ainda que gostaria que os campeonatos voltassem a ser disputados o mais rápido possível, mas lembrou que o governo não quer “que os jogadores sejam infectados pela covid-19” e que por isso estudará se as competições poderão ser encerradas.

Com a “fase 2” do combate ao novo coronavírus, que começará em 4 de maio, restaurantes poderão reabrir, mas os clientes não poderão consumir nos locais. Parques públicos também serão reabertos e funerais voltarão a ser permitidos, desde que não reúnam mais de 15 pessoas. Viagens para outras regiões do país continuarão proibidas.

No dia 18, além da medida para os esportes, empresas do setor de varejo, exposições e museus retomarão as atividades. Já restaurantes, bares e salões de beleza serão autorizados a voltar a operar completamente em 1.º de junho. As escolas, por sua vez, só retornarão em setembro.

“Todos vocês (italianos) demonstraram força. Agora, uma nova fase se inicia. Precisamos implementá-la de forma metódica e rigorosa”, disse Giuseppe Conte, neste domingo, em entrevista coletiva de imprensa em Roma.