Éder Militão durante a partida amistosa entre Brasil e Panamá, realizada no Estadio do Dragão, cidade do Porto, Portugal. (Foto: Joaquim Ferreira/Agência F8/Folhapress)

O Real Madrid comunicou na manhã desta segunda-feira que Éder Militão testou positivo para o coronavírus na última bateria de testes realizadas pelo clube. Assim, o defensor brasileiro será desfalque no duelo da Liga dos Campeões, nesta terça-feira, contra a Inter de Milão, no Alfredo Di Stéfano, pela terceira rodada da fase de grupos.

De acordo com o Real Madrid, Militão foi o único contaminado pela covid-19 na bateria de exames realizada no domingo. O zagueiro brasileiro está bem e foi isolado do grupo. Ele será submetido a mais testes durante o período de isolamento.

“Todos os outros jogadores e a comissão técnica do time principal, bem como todos os funcionários do clube que trabalham diretamente com eles, deram resultados negativos nesse mesmo teste. Da mesma forma, confirma-se mais uma vez que todos eles, à exceção de Éder Militão, deram resultados negativos nos testes antigênicos efetuados nesta manhã”, informou o clube espanhol.

Militão foi titular e atuou os 90 minutos na goleada por 4 a 1 sobre o Huesca, sábado. O jogador deve ser baixa no duelo contra o Valencia, domingo, pela nona rodada do Campeonato Espanhol e, além de ser um problema para Zinedine Zidane, também pode obrigar Tite a fazer mais um corte na seleção brasileira. O treinador já teve de cortar Philippe Coutinho e Fabinho, por lesão. Lucas Paquetá e Allan preencheram as vagas.

É possível que o zagueiro seja cortado e não atue nas partidas das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo contra Venezuela e Uruguai. O elenco se apresenta na Granja Comary na próximo domingo e segunda-feira e o primeiro compromisso do Brasil será no dia 13, contra a seleção venezuelana, no Morumbi. No dia 17, os comandados de Tite enfrentam os uruguaios, em Montevidéu.

Vale ressaltar que o Real Madrid Castilla, time B do clube espanhol, teve três jogadores diagnosticados com covid-19 no último sábado. O elenco principal usa as mesmas instalações de treino que a equipe da base, incluindo o estádio Alfredo Di Stéfano, utilizado enquanto o Santiago Bernabéu está em reforma.