Kyle Walker, 29, lateral direito do Manchester City, vai enfrentar sanções disciplinares do clube após suspeitas de violar regras de isolamento ao fazer uma festa com duas acompanhantes.

O jogador pediu desculpas e disse para as pessoas ficarem em casa e em segurança durante a epidemia do coronavírus. Em comunicado, o Manchester City afirmou que Walker violou sua responsabilidade de figura pública. Segundo o clube, uma investigação sobre o caso está em andamento.

“Os jogadores de futebol são modelos globais e nossa equipe tem trabalhado para apoiar os esforços do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido contra a Covid-19. Estamos decepcionados ao ouvir as alegações [do jogador] e conduziremos um procedimento disciplinar interno, diz a nota.