(Divulgação/Real Madrid)

Os jogadores e técnicos dos times principais de futebol e basquete do Real Madrid concordaram em reduzir seus salários de 10% a 20% durante a pandemia do coronavírus. O anúncio foi feito pelo próprio clube nesta quarta-feira (8). Segundo a nota, a iniciativa foi encabeçada pelos capitães das equipes e os dirigentes também aceitaram a redução de seus ganhos.

“Esta decisão, adotada por jogadores, treinadores e empregados, evita medidas traumáticas que afetem o resto dos trabalhadores, além de contribuir com os objetivos econômicos da entidade diante da diminuição dos ingressos que sofremos estes meses como consequência da suspensão das competições e a paralisação de grande parte de suas atividades comerciais”, diz o comunicado do clube.

Rival do Real Madrid, o Barcelona também havia entrado em acordo com a diretoria catalã para a redução dos salários do time principal. No Barça, os atletas aceitaram reduzir seus ganhos em 70%.