Cristiano Ronaldo em campo pela Juventus. – Foto: Reprodução/Instagram

O futebol retornará nesta sexta-feira (12) na Itália. Às 16h (de Brasília), Juventus e Milan se enfrentam em jogo de volta da fase semifinal da Copa da Itália. E o ‘novo normal’ do esporte no país aceitará protestos e teve alteração no regulamento da competição.

A troca no regulamento prevê um tempo menor para a partida. Se o placar agregado ficar empatado ao fim do jogo de volta, os duelos não irão mais para a prorrogação. A decisão será nos pênaltis imediatamente.

Além disso, seguindo o que já ocorre em Portugal e Alemanha, uma série de alterações serão vistas. Os jogos ocorrerão, todos, com portões fechados. Cinco substituições estão autorizadas, desde que sejam feitas em apenas três paradas. Comemorações precisam ocorrer de forma individual, sem abraços e contato entre os jogadores. E atitudes como ‘cuspir no gramado’ estão proibidas.

A principal mudança estabelecida é a concordância com protestos durante as comemorações de gols. Depois do ocorrido na Alemanha, que não puniu os jogadores que se manifestaram em razão da morte de George Floyd nos Estados Unidos, os italianos seguirão o mesmo tom e não irão impedir tais atitudes. Milan e Juventus empataram o jogo de ida, em Milão, por 1 a 1. Na outra semifinal, o Napoli venceu a Inter de Milão, fora de casa, por 1 a 0. O jogo de volta entre eles será neste sábado (13).