A expectativa dos dirigentes era de que a Premier League recebessem público já no mês de outubro. (Twitter/LFC)

O governo britânico decidiu paralisar o projeto que permitia o retorno gradual de torcedores em estádios. O motivo é que o surto de coronavírus se agravou na região. A nova etapa do teste, que teria início em outubro, foi suspensa após um anúncio do ministro Michael Gove. Ele falou à BBC sobre a situação.

“Estávamos estudando a hipótese de o programa ter mais pessoas voltando, mas não seria o caso de ter estádios lotados de torcedores. Estamos pausando esse programa, mas o que queremos fazer é, quando as circunstâncias permitirem, trazer mais pessoas de volta”, iniciou Gove.

“É menos provável que o vírus se espalhe em ambientes externos do que em ambientes fechados, mas, novamente, é da natureza dos grandes eventos esportivos que haja muita mistura”, justificou o ministro, considerando a reabertura inapropriada no momento.

Alguns testes foram realizados nas últimas semanas. O amistoso entre Chelsea e Brighton, por exemplo, recebeu mil pessoas, que não puderam se sentar imediatamente ao lado de outro torcedor. A expectativa do projeto era de receber, ainda em outubro, certa de 25% da capacidade de estádios do Campeonato Inglês.