Foto: Divulgação/Matsumoto Yamaga

Ao poucos, as atividades esportivas voltam a ser planejadas em todo o mundo, após o pico da pandemia do novo coronavírus ter caído em regiões como a Europa e Ásia. Esse é o caso do futebol japonês, que já traça um cronograma para o retorno dos treinos dos clubes das principais divisões do campeonato nacional. Recém-chegado ao país, o volante Augusto, hoje Matsumoto Yamaga, da segunda divisão, conversou com a Banda B e trouxe detalhes do processo de  adaptação e da paralisação das partidas.

O atleta, de 27 anos, formado nas categorias de base do Internacional, tem no currículo passagens por Joinville, Chapecoense, Sport e Querértaro, do México. “Hoje, a situação aqui está bem mais tranquila, comparada à época da paralisação. Todo mundo usa máscara e as entidades estão mais organizadas para combater o vírus. Os treinos no Matsumoto Yamaga voltarão no dia 18 de maio, mas, apesar disso, ainda não temos uma definição do retorno do campeonato”, explicou à reportagem.

“Como eu cheguei há pouco tempo, tive ajuda de brasileiros que jogam no mesmo clube, como o Serginho, o Jael e o Álvaro, e com esse auxílio tudo tem sido bem tranquilo, porque eles têm me dado conselhos e atalhos para me adaptar bem”, revela. “Estou muito feliz no clube, mesmo sem nem ainda ter jogado. Tivemos duas rodadas antes da paralisação e na terceira partida, que seria a minha estreia, tivemos de parar”.

Augusto também falou sobre a suspensão dos Jogos Olímpicos em Tóquio, que seriam disputados no segundo semestre no Japão. “Foi um baque bem grande para o país. Os japoneses são um povo muito organizado, então eles sofreram no início, mas tudo tem sido resolvido aos poucos”, finalizou.