Neymar. (Divulgação/PSG)

Três especialistas em leitura labial confirmaram que o atacante Neymar foi chamado de ‘macaco’ pelo zagueiro Álvaro González durante jogo do Paris Saint-Germain contra o Olympique de Marselha. O caso aconteceu no último domingo (13).

Luis Felipe Ramos, que faz parte da Associação de Surdos do Rio de Janeiro; Felipe Oliver e Mikel Vidal, tradutores de libras que trabalham para o Instituto Nacional de Educação de Surdo, foram convidados pelo Esporte Espetacular, da TV Globo, para analisar as imagens.

“Ele fala a palavra mono em espanhol, no momento em que ele, inclusive, fala e vira a boca. Ali fica claro. A gente não conseguiu, por exemplo, perceber o que ele fala antes de falar a palavra mono, mas a palavra mono foi um trecho que a gente teve consenso na hora em que estava fazendo o trabalho de leitura labial”, comentou Ramos.

Durante a partida, Neymar discutiu com Álvaro González e relatou para a arbitragem que sofreu racismo do zagueiro do Olympique de Marselha. No vídeo, é possível acompanhar que o atacante disse “racismo, não” em duas oportunidades. No final do jogo, o camisa 10 foi expulso após da rum tapa na nuca do jogador adversário.

Na última quarta-feira, Neymar foi suspenso por duas partidas pela agressão. O caso de racismo está sendo investigando pela LFP (Liga de Futebol Profissional da França), além de uma ofensa homofóbica do brasileiro contra o adversário.